PUBLICIDADE

Marinho desbanca concorrentes e é eleito o 'Rei da América'

Seleção da temporada 2020 na América do Sul tem somente jogadores de Santos, Palmeiras e River Plate

10 mar 2021 17h56
| atualizado às 18h11
ver comentários
Publicidade

O atacante Marinho, do Santos, foi eleito o 'Rei da América', ou seja, o melhor jogador do continente, em premiação tradicional concedida pelo jornal uruguaio El País, com votos de jornalistas esportivos sul-americanos.

Marinho foi o destaque da temporada do Santos, vice-campeão continental
Marinho foi o destaque da temporada do Santos, vice-campeão continental
Foto: Guilherme Dionizio/Código19 / Gazeta Press

O jornal divulgou duas seleções da temporada: uma montada com os votos dos jornalistas, e outra com os votos do público. Em ambas, apenas jogadores de Santos, Palmeiras e River Plate apareceram. A seleção dos jornalistas sul-americanos tem: Weverton (Palmeiras); Montiel (River Plate), Lucas Veríssimo (Santos), Gómez (Palmeiras) e Viña (Palmeiras); Enzo Pérez (River Plate), Nacho Fernández (River Plate), Marinho (Santos) e Soteldo (Santos); Rony (Palmeiras) e Borré (River Plate). Marcelo Gallardo, do River Plate, foi eleito o melhor técnico.

Já a seleção dos torcedores mudou duas peças, uma no gol e a outra no ataque: Armani (River Plate), Montiel (River Plate), Lucas Veríssimo (Santos), Gómez (Palmeiras) e Viña (Palmeiras); Pérez (River Plate), Fernández (River Plate), Marinho (Santos) e Soteldo (Santos); Luiz Adriano (Palmeiras) e Borré (River Plate).

Marinho fez uma grande temporada em 2020: foi o principal nome do Santos vice-campeão da Libertadores, marcando quatro gols em dez jogos que disputou no torneio, e foi vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro com 17 gols - ficou atrás de Claudinho, do Bragantino, e Luciano, do São Paulo, que marcaram 18. Marinho também foi peça fundamental para o Santos conseguir a vaga na Libertadores 2021.

Estadão
Publicidade
Publicidade