PUBLICIDADE

Maradona morreu por sofrer com amor rejeitado, diz advogado

Na TV, Matías Morla joga ainda mais pressão sobre a última mulher do jogador, Rocío Oliva

3 ago 2021 11h11
ver comentários
Publicidade

Na noite de domingo (1), o programa ‘Debo Decir’, do canal argentino America, recebeu Matías Morla, último advogado de Diego Maradona. O meia-atacante morreu aos 60 anos, em novembro de 2020, em consequência de complicações cardíacas e pulmonares.

Relacionamento de Rocío e Maradona foi intenso e dramático como um tango
Relacionamento de Rocío e Maradona foi intenso e dramático como um tango
Foto: Reprodução/Instagram/@rocio_g_oliva (Fotomontagem: Blog Sala de TV)

Conhecido por gostar dos holofotes, Morla agora representa três irmãs do ex-jogador. Ao vivo diante das câmeras, ele surpreendeu ao comentar sobre os últimos dias de vida de Maradona. “Estive com ele uma semana antes de sua morte. Estava mal. Tinha uma voz estranha”, contou.

O advogado era uma das poucas pessoas com acesso à casa onde o lendário camisa 10 da Seleção da Argentina viveu sua fase final sob cuidados de uma equipe médica. “Aquele não era mais o Maradona. Eu sabia que ele estava morrendo”, disse.

Matías Morla afirmou ainda que o veterano do futebol definhou por falta de amor. “No plano sentimental não estava como ele queria, tinha buracos profundos. O amor por Rocío Oliva foi um prédio que caiu, metade por causa da quarentena (da pandemia de covid-19) e metade por causa da própria Rocío. Diego não estava feliz. Diego daria a vida por Rocío, foi sua última mulher.”

Maradona e a jogadora de futebol e comentarista Rocío Oliva, 30 anos mais jovem, se relacionaram de 2012 a 2018. Um romance com brigas públicas repercutidas na imprensa. Assim que o eterno craque morreu, ela foi pintada como vilã na mídia por não ter atendido a um pedido do ex.

“Rocío foi convidada a vê-lo em vida antes de morrer. Diego estava muito deprimido, ele queria vê-la por seus 60 anos e Rocío disse que não”, revelou a apresentadora Yanina Latorre no programa ‘Los Angeles de la Mañana’ da emissora El Trece, 1 dia após o enterro. “Diego a amava e ela se recusou a ir vê-lo quando pediram. Ele precisava dela e ela não foi.”

Barrada na porta da Casa Rosada ao tentar acessar o velório íntimo, reservado a parentes e amigos próximos de Maradona, Rocío gritou e chorou diante dos jornalistas. Ela e Claudia Villafañe, com quem o jogador foi casado anteriormente e teve duas filhas, ainda trocam farpas por meio da imprensa.
 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade