0

Santa Fe marca no fim, elimina Grêmio e decreta queda de 4º brasileiro

17 mai 2013
00h25
atualizado às 00h53
  • separator
  • 0
  • comentários

De tanto insistir, o Independiente Santa Fe furou a barreira do Grêmio aos 35min do segundo tempo nesta quinta-feira e conseguiu o resultado mínimo para eliminar o clube gaúcho nas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Em casa, o time colombiano sofreu, mas venceu os tricolores por 1 a 0 e avançou de fase por ter marcado um gol como visitante, no jogo de ida, na derrota por 2 a 1 na Arena.

A queda do Grêmio coloca fim à semana terrível para clubes brasileiros na Libertadores: as três equipes que entraram em campo para decidir vaga na fase de quartas de final foram eliminados. A sina começou com o Palmeiras, superado pelo Tijuana na terça; na quarta, o Boca Juniors despachou o então campeão Corinthians. Na semana passada, o São Paulo havia ficado pelo caminho.

Ou seja: das seis equipes nacionais que disputaram o torneio e alcançaram as oitavas, quatro foram eliminadas. Apenas Fluminense e Atlético-MG seguem na Libertadores, que já não poderá mais ter uma final brasileira – caso cariocas e mineiros avancem, a Conmebol inverterá a chave para forçar um duelo verde-amarelo na semi.

O gol que eliminou o Grêmio nesta quinta-feira saiu aos 35min do segundo tempo: Medina recebeu passe na entrada da área, passou por Souza e Bressan de uma só vez e, cara a cara com Dida (que já havia feito uma ótima defesa minutos antes), não titubeou: deu um toque sutil no canto do goleiro e comemorou a classificação do Santa Fe – com direito até a choro emocionado.

O Grêmio, que até então havia oferecido pouco trabalho para o goleiro Vargas (apenas em duas oportunidades, ambas com o chileno Eduardo Vargas), partiu de maneira desesperada para o ataque para buscar o empate. O auxiliar Roger, que não havia feito nenhuma alteração desde então, fez três mudanças quase que seguidas: sacou Elano, Barcos e Fernando para colocar em campo Kleber, Welliton e Marco Antônio, respectivamente.

Quase deu certo, mas Vargas - o reforço mais caro do Grêmio para a temporada - perdeu uma chance incrível aos 47min do segundo tempo. Após cruzamento de Pará pela direita, o goleiro do Santa Fe saiu mal e o chileno ficou com a bola na área, com o gol aberto. Mas pegou muito mal na bola e isolou, chutando para longe a classificação tricolor. 

Agora, o Santa Fe avança para enfrentar a grande surpresa desta fase eliminatória da Libertadores: o Real Garcilaso. O time peruano se classificou para as quartas ao vencer nos pênaltis o uruguaio Nacional de Montevidéu.

Ficha técnica
SANTA FE 1 x 0 GRÊMIO

Gols
SANTA FE:
Medina, aos 35min do 2º tempo

SANTA FE: Vargas; Anchico, Valdés, Meza e García; Torres (Valencia), Bedoya e Pérez; Cuero (Molina), Borja (Quiñonez) e Medina
Treinador: Wilson Gutiérrez

GRÊMIO: Dida; Pará, Werley, Bressan e André Santos; Fernando (Marco Antônio), Souza, Elano (Kleber) e Zé Roberto; Vargas e Barcos (Welliton)
Treinador: Roger

Cartões amarelos
SANTA FE: Valdés, Anchico e Medina
GRÊMIO: Zé Roberto, Bressan, Elano e André Santos

Árbitro
Roberto Silvera

Local
Estádio El Campín, em Bogotá (Colômbia)

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade