PUBLICIDADE

Libertadores

Flamengo não resiste à altitude e perde para o Bolívar em La Paz

Rubro-Negro sofre nos 3.600 metros de altitude e segue com quatro pontos na Libertadores. Flamengo precisará de campanha perfeita a seguir

24 abr 2024 - 23h28
(atualizado às 23h31)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Jorge Bernal/AFP via Getty Images - Legenda: Brasileiros decidiram a parada para o Bolívar em La Paz / Jogada10

O Flamengo subiu o morro de La Paz, mas não resistiu aos 3.600 metros de altitude na Bolívia. Pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores 2024, o Rubro-Negro perdeu para o Bolívar (BOL) por 2 a 1 e conheceu sua primeira derrota no ano depois de 20 jogos invictos. Chico da Costa e Bruno Sávio marcaram para os bolivianos no Estádio Hernando Siles, enquanto Matías Viña balançou as redes para o clube brasileiro.

Dessa forma, com o resultado, o Flamengo para nos quatro pontos no Grupo E e segue na segunda colocação. O Bolívar, porém, chega aos nove pontos, com 100% de aproveitamento, e já vê a classificação para as oitavas de final de maneira bem encaminhada.

Primeiro tempo

O jogo começou com desespero para o Flamengo, que viu o Bolívar abrir o placar com um minuto. De brasileiro para brasileiro, os donos da casa chegaram pela direita com Bruno Sávio, que cruzou na medida para Chico da Costa. Ele subiu mais que a marcação e mandou para o fundo das redes. O Rubro-Negro, contudo, não se abateu e conseguiu o empate três minutos depois. Em jogada pela esquerda, Viña limpou a marcação e bateu na saída do goleiro Lampe para fazer um golaço. O Bolívar seguiu pressionando mais e criou boa oportunidade, mas Rossi evitou gol de Pato Rodríguez cara a cara. O Fla até respondeu com Bruno Henrique, em cruzamento de Viña, mas o camisa 27 mandou para fora após cabeceio. No lance, aliás, ele se chocou com a trave e sentiu dores, mas logo se recuperou.

Segundo tempo

Os donos da casa voltaram para a etapa final pressionando como na etapa inicial, mas o Flamengo se segurou como pôde. Bruno Sávio chegou a marcar aos quatro minutos, mas o árbitro Alexis Herrera marcou falta em Viña. Aos 16, porém, Bruno Sávio marcou para valer. De la Cruz perdeu bola no ataque, e o Bolívar armou contragolpe rápido. Igor Jesus falhou no meio, e Saucedo entregou para o camisa 10 dentro da área. Ele bateu na saída de Rossi e colocou os bolivianos na frente novamente. O Flamengo tentou ensaiar uma pressão no fim, mas não faltou fôlego para buscar o empate que seria fundamental.

Sequência

Flamengo e Bolívar voltam a campo pela quarta rodada da Libertadores em maio. O Rubro-Negro visita o Palestino (CHL) no dia 7, enquanto os Celestes têm compromisso com o Millonarios (COL) no dia 8.

BOLÍVAR 2 X 1 FLAMENGO

Libertadores 2024 - Grupo E - Terceira rodada

Data: 24/04/2024, às 21h30 (de Brasília)

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (BOL)

BOLÍVAR: Lampe; Saavedra (Luis Paz, 33'/2ºT), Orihuela, Jesús Sagredo e José Sagredo; Justiniano, Saucedo e Ramiro Vaca (Ervin Vaca, 44'/2ºT); Bruno Sávio (Henry Vaca, 37'/2ºT), Chico da Costa e Pato Rodríguez. Técnico: Flavio Robatto

FLAMENGO: Rossi; Fabrício Bruno, David Luiz e Léo Ortiz (Matheus Gonçalves, 25'/2ºT); Wesley, Igor Jesus, Gerson e Viña; De la Cruz, (Lorran, 25'/2ºT) Victor Hugo (Luiz Araújo, intervalo) e Bruno Henrique. Técnico: Tite

Gols: Chico da Costa, 1'/1ºT (1-0); Viña, 4'/1ºT (1-1); e Bruno Sávio, 16'/2ºT (2-1)

Árbitro: Alexis Herrera (VEN)

Auxiliares: Tulio Moreno (VEN) e Lubin Torrealba (VEN)

VAR: Silvio Trucco (ARG)

Cartão Amarelo: -

Cartão Vermelho: -

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade