PUBLICIDADE

Medo faz 5 brasileiros do Shakhtar recusarem volta à Ucrânia

20 jul 2014 12h37
| atualizado às 12h55
ver comentários
Publicidade

Divulgada inicialmente pelo francês Canal Plus, a informação de uma fuga de brasileiros do Shakhtar Donetsk foi confirmada ao Terra por duas fontes ligadas aos jogadores. Além do argentino Facundo Ferreyra, se recusaram a retornar à Ucrânia neste domingo: Dentinho, Fred, Alex Teixeira, Douglas Costa e Ismaily.

Em cima, da esquerda para a direita: Fernando, Dentinho, Fred, Taison. Abaixo: Facundo Ferreyra, Alex Teixeira e Ismaily
Em cima, da esquerda para a direita: Fernando, Dentinho, Fred, Taison. Abaixo: Facundo Ferreyra, Alex Teixeira e Ismaily
Foto: Instagram / Mlkdentinho / Reprodução

Nesta manhã, a delegação do Shakhtar voou da França para Lviv, cidade ucraniana, desfalcada dos seis atletas. "Estamos com muito medo. Agora a situação pegou de vez", escreveu um dos jogadores a um amigo bastante próximo no Brasil. 

Nos últimos dias, o Shakhtar realizou pré-temporada em território francês e fechou o período com derrota para o Olympique Lyon, sábado, por 4 a 1. Paralelo a isso, na quinta-feira, um avião com 298 passageiros foi abatido no espaço aéreo ucraniano. Autoridades atribuíram o evento a rebeldes pró-Ucrânia. A situação é extremamente delicada no Leste Europeu. 

De férias por conta da Copa do Mundo, o meia Bernard não participou da pré-temporada na França. Além do quinteto que evitou o retorno, há ainda outros cinco jogadores brasileiros no Shakhtar: Wellington Nem, Fernando, Taison, Ilsinho e Luiz Adriano. Auxiliar técnico do clube, o ex-zagueiro Antônio Carlos Zago também retornou à Ucrânia. 

Gerente de futebol do Shakhtar, Sergei Palkin se limitou a minimizar e esconder o assunto. "Não quero comentar a situação por enquanto", declarou ao site ucraniano Tribuna

Em seu site, o Shakhtar também tratou de evitar o tema. Além de anunciar a chegada a Lviv neste domingo, o clube divulgou foto de data não especificada com os jogadores Fred e Alex Teixeira com a mensagem "voltando para a Ucrânia", ainda que eles tenham permanecido na França.

Meia do Metalist Kharkov se recusa a voltar para a Ucrânia; campeonato segue

No Metalist Kharkov, o meia argentino Sebastian Blanco não se reapresentou ao clube após a pré-temporada na Áustria, anunciou a agência E-Sport. "Após o acidente do avião da Malaysia Airlines, não tenho intenção de voltar a Ucrânia. A situação lá é anormal. Decidi ficar em Buenos Aires", explicou Blanco.

A Federação Ucraniana de Futebol (FFU) não aceitou retardar o início do campeonato nacional, previsto para começar no dia 25 de julho, apesar da situação do país.

"O país inteiro chora diante da tragédia que o assola. É terrível, mas isso não afetará o início do campeonato. Insistimos que o futebol precisa ficar de fora da política", disse o assessor de imprensa da FFU, Pavel Ternovoi.

Corpos de passageiros da Malaysia são recolhidos na Ucrânia:

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade