PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Segunda divisão inglesa tem disputa acirrada pelo título, luta pelas últimas vagas nos playoffs e contra o rebaixamento

Faltando ainda três rodadas para o final da temporada regular da Championship nada está definido na competição.

19 abr 2024 - 20h07
(atualizado às 20h07)
Compartilhar
Exibir comentários
Leicester x Ipsiwich Town.
Leicester x Ipsiwich Town.
Foto: Michael Regan/Getty Images / Esporte News Mundo

Faltando apenas três rodadas para o final da temporada regular da Championship quase tudo na competição segue indefinido. Na parte três times estão lutando ponto a ponto pelo título e pelas duas vagas diretas para a Premier League, enquanto o quarto colocado está um pouco atrás com um jogo a menos que os demais.

Na parte de cima da tabela, três times estão empatados com um ponto de diferença entre eles, enquanto um está o quarto colocado está com uma diferença de apenas cinco pontos do primeiro colocado. Na disputa pelos playoffs, a diferença do sexto para o sétimo colocado é de seis pontos. Enquanto na parte de baixo seis pontos separam o décimo sexto colocado do vigésimo segundo e o vigésimo terceiro, os dois primeiros times dentro da zona de rebaixamento. 

A temporada de 2023/2024 tem sido uma das mais disputadas da competição nos últimos anos, por conta da curta diferença de pontos entre as equipes. Diferentemente das últimas duas temporadas, onde times rebaixados da Premier League em anos anteriores dispararam na liderança e na segunda colocação, nesta temporada a briga pelas duas primeiras colocações tem sido super emocionante. A disputa pela ida aos playoffs também está acirrada com seis pontos separando o sexto para o sétimo colocado. Já na parte de baixo seis pontos separam o décimo sexto colocado do vigésimo segundo e o vigésimo terceiro, os dois primeiros times dentro da zona de rebaixamento. 

Briga ponto a ponto pelo título e pelo acesso

Ao todo, quatro times brigam pelo título e pelas duas vagas de acesso direto para a Premier League. Nesta briga estão os três times rebaixados da Premier League na última temporada: Leicester City, Leeds United e Southampton, além da grande surpresa da competição, o Ipswich Town. Conheça as equipes abaixo:

Ipswich Town, a surpresa da competição

O atual líder da competição é o Ipswich Town, com 89 pontos, time que é surpresa da competição. Treinado pelo jovem técnico Keiran McKenna, de 37 anos. Ele tentou ser jogador e passou pela base do Tottenham, mas uma lesão crônica fez com que ele pendurasse as chuteiras com apenas 22 anos. Após encerrar sua carreira dentro das quatro linhas McKenna foi estudar Ciência do Esporte, e em 2013 foi contratado pelo Tottenham, onde treinou o sub-18 do clube, três anos depois deixou os Lilywhites e foi para o Manchester United, onde também treinou o time sub-18 e trabalhou como assistente técnico para José Mourinho, Ole Gunnar Solskjaer e Ralf Rangnick. 

Em dezembro de 2021 foi contratado para ser técnico do Ipswich, que na época estava na terceira divisão. O técnico não conseguiu subir em sua primeira temporada com a equipe, mas conseguiu na segunda temporada. Com isso a equipe voltou da Championship nesta temporada e surpreendeu a todos brigando pelas primeiras posições na tabela jogando um futebol ofensivo no esquema 4-2-3-1. O time é uma mescla entre jogadores que fizeram suas carreiras em divisões inferiores do futebol inglês como o goleiro Václav Hladký, o lateral Leif Davis e o meia Conor Chaplin. Além de ter alguns jogadores jovens com potencial como caso do pontas Jeremy Sarmiento, emprestado pelo Brighton, e Omari Hutchison, emprestado pelo Chelsea. A equipe de Mckenna é o melhor ataque da competição com incríveis 85 gols marcados em 43 jogos disputados.

Leicester City, treinado pelo ex-assistente de Guardiola

O atual vice-líder da competição, com 88 pontos, é o  Leicester City, o campeão improvável da Premier League 2015/2016 foi rebaixado no ano passado. Para esta temporada os Foxes trouxeram o italiano Enzo Maresca para buscar a volta para a primeira divisão. Ele previamente havia treinando a equipe sub-23 do Manchester City, ele ainda teve uma curta passagem apagada treinando o Parma na segunda divisão italiana, após isso em 2022 retornou ao City para ser o auxiliar de Pep Guardiola, cargo que ocupou até a última temporada. 

Maresca assumiu o Leicester no começo da temporada. Jogando um futebol ofensivo e majoritariamente no esquema 4-2-3-1, os Foxes estão praticamente a competição inteiro ocupando as primeiras posições da competição, a equipe chegou a liderar a competição de forma isolada, no entanto uma queda de resultados recentes fez com seus rivais empataram com sua pontuação. O elenco do Leicester é uma junção de jogadores que estavam no rebaixamento como o atacante Jamie Vardy, o meia Kieran Dewsbury-Hall e o zagueiro Vestergaard. Além de alguns reforços que chegaram nesta temporada como o goleiro dinamarquês Mads Hermansen, o meia Harry Winks e o ponta Stephy Mavididi.  Os Foxes têm a segunda melhor defesa da competição com apenas 38 gols sofridos, além de ter o terceiro melhor ataque da liga com 79 gols marcados. 

Leeds United, de Daniel Farke

O Leeds United, ex-time de Marcelo Bielsa, é o atual terceiro colocado da competição, com 87 pontos, a equipe foi rebaixada da Premier League na última temporada. Para esta temporada a equipe de Elland Road apostou em um técnico que conhece a Championship como ninguém, trata-se do alemão Daniel Farke, ex-Norwich City, ele conquistou dois títulos da divisão em sua passagem pelos canários. O ex-técnico do time do Borussia Dortmund teve uma passagem de sucesso pelo futebol inglês, após isso teve uma curta passagem pelo futebol russo treinando o Krasnodar. Após isso passou uma temporada comandando o Borussia Mönchengladbach, na Bundesliga até ser demitido ao final da última temporada.

Farke chegou a Elland Road nesta temporada, e após um começo ruim onde a equipe ficou na parte de baixo da tabela, o time encaixou e está brigando pelo título e o acesso direto para a Premier League, a equipe é o melhor mandante da competição tendo 53 pontos jogando em casa, só tendo perdido um jogo dentro de seus domínios em toda a competição e tendo a melhor defesa do campeonato até agora, com apenas 34 gols sofridos. O Leeds United de Daniel Farke é o time ofensivo que joga no esquema 4-2-3-1. O time é uma junção de jogadores que ficaram da última temporada: caso do goleiro francês Ilan Meslier, do ponta Crysencio Summerville e do atacante Georginio Rutter. Jogadores que chegaram nesta temporada: como a dupla de zaga galesa formada por Joe Rodon, emprestado pelo Tottenham, e Ethan Ampdu, adquirido em definitivo junto ao Chelsea.  Além disso, alguns jogadores base do clube tem tido destaque nesta temporada, caso do lateral-direito Archie Gray. 

Southampton, a campanha de recuperação

Brigando mais atrás com 84 pontos e com um jogo a menos do que seus rivais está o Southampton, o quarto colocado da competição. Os Saints também tem dois confrontos diretos contra Leicester e Leeds United, na última rodada.  A equipe da Costa Sul da Inglaterra é treinada pelo técnico inglês Russel Martin e joga um futebol ofensivo no esquema 4-3-3, com ênfase na posse de bola. A sua carreira como técnico começou poucos meses depois de se aposentar, o ex-zagueiro chegou inicialmente para jogar no MK Dons, na época na quart divisão da Inglaterra, e ajudar a equipe a subir para terceira divisão, ele teve êxito nisso e o time que revelou Dele Ali conseguiu sua promoção na última rodada da temporada  2018/2019, após isso anunciou sua aposentadoria das quatro linhas. 

Alguns meses depois disso, em novembro de 2019, os Dons demitiram o técnico Paul Tisdale, após uma sequência de resultados ruins, e Martin assumiu em seu lugar. Quando a temporada foi abruptamente terminada por conta da pandemia de Covid-19, os Dons estavam em décimo nono e ficaram na divisão. Na temporada seguinte, a equipe impressionou sob o comando de Martin, mas mesmo assim terminou na décima terceira colocação, mas apresentou números muito bons e seu jogo com posse de bola ganhou muitos elogios. Isso chamou atenção do Swansea City que contratou o técnico, no time galês Martin foi bem, apesar de ter terminado décimo quinto, ele fez história com os Swans terem um double sobre seu maior rival Cardiff City. Isso chamou atenção do Southampton que contratou o técnico. 

Seu começo nos Saints não foi bom, a equipe foi goleada pelo Leicester por 4 a 1 e pelo Sunderland por 5 a 0, mas após isso, a equipe se ajustou e emendou uma sequência incrível de 25 jogos sem perder, indo de setembro de 2023 até fevereiro de 2024. Desde então a equipe da Costa Sul tem se mantido na cola dos três primeiros colocados, e está há quatro jogos sem perder.  O time do Southampton é um junção de jogadores remanescentes da última temporada, caso de Kyle Walker-Peters e o atacante Adam Armstrong. Além de jogadores que chegaram nesta temporada, caso do zagueiro Taylor Harwood-Bellis e o ponta Ryan Fraser. 

O Southampton venceu o Leeds por 3 a 1 no outro confronto entre as duas equipes.
O Southampton venceu o Leeds por 3 a 1 no outro confronto entre as duas equipes.
Foto: divulgação/Southampton / Esporte News Mundo

Briga por Playoffs 

Na briga pelas duas últimas vagas pelos playoffs está mais calma comparada a briga pelo título e o acesso direto, neste momento sete pontos separam quinto colocado, o West Bromwich, de Carlos Corberan, ex-Olympiakos, para o Hull City, de Liam Rosenior que tem um jogo a menos, primeiro time fora da zona de classificação para os playoffs. A distância é um ponto a menos para o sexto colocado Norwich City, último time dentro da zona de classificação, do técnico alemão David Wagner, melhor amigo de Jürgen Klopp.

Briga contra o rebaixamento

Não é só a briga pelas primeiras posições que está sendo acirrada, a luta contra o rebaixamento também está super acirrada. Ao todo seis pontos separam o décimo sexto colocado, o Millwall para o vigésimo segundo, Huddersfield Town e o vigésimo terceiro, Sheffield Wednesday, os dois primeiros times dentro da zona de rebaixamento. 

Todos os times que brigam contra o rebaixamento tiveram pelo menos um troca de comando durante a temporada. Um exemplo desta rotatividade de comandos dos times é o Birmingham City. O time que revelou Jude Bellingham já teve três técnicos efetivos durante esta temporada, um deles foi Wayne Rooney substitui John Eustace, mas o ex-craque  do Manchester United não teve uma boa passagem pelos Blues e foi demitido e substituído por Tony Mowbray, teve que deixar o cargo temporariamente por conta de um tratamento médico, ele ficará de licença médica até o começo da próxima pré-temporada ,em março deste ano o clube anunciou que Gary Rowett assumiria o cargo nos últimos oito jogos da temporada.   

Próxima rodada da Championship

A quadragésima quarta rodada da Championship será aberta amanhã, às 8h30,o confronto que abre a rodada colocará frente a frente o Leicester, que briga pelo título, e o West Brom, que luta pela vaga nos playoffs. Ela será fechada na próxima segunda-feira (22), às 16h00, quando o Leeds irá visitar o Middlesbrough, no Estádio Riverside.   

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade