PUBLICIDADE

Times da Crimeia devem trocar Ucrânia por Rússia; entenda

27 mar 2014 16h13
| atualizado às 17h11
ver comentários
Publicidade
Duas mil pessoas fazem festa após anexação da Crimeia à Rússia:

A crise entre Rússia e Ucrânia pelo controle político da península da Crimeia já afeta o futebol da região. A imprensa europeia veicula que os dois principais times crimeanos, o Sevastopol e o Tavriya Simferopol, ambos da primeira divisão, estão inclinados a aceitar a proposta da federação russa para jogar o Campeonato Russo a partir da próxima temporada.

Oficialmente, nenhuma das equipes se pronuncia sobre o futuro. Há o temor de que equipes ucranianas se recusem a jogar partidas na Crimeia, por medo da tensão na região, especialmente por parte dos jogadores estrangeiros. Os jogos deste fim de semana, fora de casa, estão mantidos - o Simferopol visita o Metalurg Zaporizhzhya, enquanto o Sevastopol enfrenta o Karpaty Lviv.

A mudança de liga pode causar problemas com os regulamentos da Uefa e também outras questões - por exemplo, os jogadores ucranianos seriam considerados estrangeiros na Rússia, em um campeonato que limita o número de não-russos a apenas sete por equipe. Também não se sabe em qual divisão do Campeonato Russo os dois times entrariam.

A torcida dos dois clubes também se divide sobre a questão. O site americano Global Post falou com fãs do Simferopol perto do estádio, e a maioria se declarou favorável à migração para o Russo; nas redes sociais, porém, as organizadas se mostram favoráveis à permanência no futebol ucraniano.

Já a Uefa não se manifestou sobre o caso, afirmando que vai esperar um "pedido oficial" da federação russa para a migração das equipes. O fato é que, caso a manobra se confirme, o Campeonato Ucraniano não vai perder nenhuma grande força: o Sevastopol é apenas o 11º de 16 times na primeira divisão, enquanto o Simferopol, apesar de ter vencido a Copa da Ucrânia em 2010, está à beira da zona do rebaixamento, em 14º.

A Crimeia conta com 2 milhões de habitantes, dos quais quase 60% são russos, 25% ucranianos e 12% tártaros
A Crimeia conta com 2 milhões de habitantes, dos quais quase 60% são russos, 25% ucranianos e 12% tártaros
Foto: Arte Terra

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade