PUBLICIDADE

Philippe Coutinho tem nova chance de recuperar o bom futebol após altos e baixos nos últimos anos

Brasileiro de 29 anos foi emprestado pelo Barcelona ao Aston Villa e voltará ao país onde teve o auge da carreira. Atleta viveu montanha-russa de emoções nos anos anteriores

7 jan 2022 11h58
| atualizado às 11h58
ver comentários
Publicidade
Philippe Coutinho nunca foi metade do que se esperava no Barcelona (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona)
Philippe Coutinho nunca foi metade do que se esperava no Barcelona (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona)
Foto: Lance!

Anunciado como reforço do Aston Villa nesta sexta-feira, o brasileiro Philippe Coutinho terá mais uma chance de demonstrar o bom futebol que o consagrou na época de Liverpool, quando chegou a ser apontado como um dos melhores do mundo. Depois de altos e baixos nos últimos anos, o meia-atacante de 29 anos quer dar a volta por cima, especialmente por ser ano de Copa do Mundo.

E em meio à chegada do meia ao clube de Birmingham, o LANCE! mostra como foram os últimos anos da cria do Vasco. Desde sua saída do Liverpool, passando pela expectativa no Barcelona, o empréstimo ao Bayern e o retorno à Catalunha, e também a projeção da vida nova com um velho conhecido.

CHEGADA AO BARCELONA

Há exatos quatro anos e um dia, Coutinho era anunciado como reforço do Barcelona, em uma negociação que custou 135 milhões de euros (R$ 526 milhões, à época), a maior contratação da história do clube catalão. Com a missão de substituir Neymar, que fora para o PSG, o brasileiro, entretanto, não decolou.

Ao sair do Liverpool para defender o Barcelona no decorrer da temporada, o atleta não teve tempo de adaptação e foi obrigado a entrar no meio do fogo cruzado. Em 22 partidas disputadas pelo time blaugrana no primeiro semestre de 2018, o meia marcou nove gols e deu sete assistências.

A expectativa, contudo, era de que Philippe Coutinho crescesse ainda mais de produção na temporada seguinte (2018/19), o que não aconteceu. Em 54 jogos na equipe de Ernesto Valverde, o meia-atacante marcou 11 gols e deu somente cinco assistências.

Apresentação de Coutinho no Camp Nou (Foto: Divulgação/Barcelona)
Apresentação de Coutinho no Camp Nou (Foto: Divulgação/Barcelona)
Foto: Lance!

EMPRÉSTIMO AO BAYERN DE MUNIQUE

Na temporada 2019/20, Coutinho foi emprestado ao Bayern de Munique. Tentando recuperar o brilho dos tempos de Liverpool, o brasileiro ganhou espaço no elenco bávaro no início, ainda sob o comando de Niko Kovac, mas foi deixando de ser titular com frequência com a chegada de Hansi Flick.

Na reta final da temporada, uma grave lesão complicou ainda mais sua situação. Após passar por uma cirurgia no tornozelo direito, Philippe voltou nos últimos jogos do Bayern de Munique, mas não foi titular nenhuma vez quando estava totalmente recuperado.

Ao todo, o brasileiro, que usou a camisa 10 no clube alemão, entrou em campo 38 vezes. Foram 11 gols, nove assistências e três títulos conquistados: Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Champions League.

Coutinho teve bom início no Bayern, mas depois caiu de produção (Foto: Divulgação / Bayern / Site oficial)
Coutinho teve bom início no Bayern, mas depois caiu de produção (Foto: Divulgação / Bayern / Site oficial)
Foto: Lance!

RETORNO AO BARCELONA

No segundo semestre de 2020, Philippe Coutinho retornou ao Barcelona e ganhou espaço no elenco blaugrana com a chegada do holandês Ronald Koeman. O brasileiro era titular até a virada do ano, mas uma lesão no joelho o afastou dos gramados por nove meses.

Coutinho ficou de janeiro até setembro sem entrar em campo, passou por três cirurgias, e quando retornou, já na atual temporada, não conseguiu desempenhar o mesmo futebol de anos atrás. Ao todo, foram 16 jogos, sendo apenas cinco como titular, e somente dois gols marcados.

Lesão no joelho deixou Coutinho nove meses fora dos gramados (Foto: PAU BARRENA / AFP)
Lesão no joelho deixou Coutinho nove meses fora dos gramados (Foto: PAU BARRENA / AFP)
Foto: Lance!

ESPERANÇA NA INGLATERRA

Philippe Coutinho agora volta ao país onde viveu o melhor momento de sua carreira. Na Inglaterra, onde brilhou pelo Liverpool, o brasileiro será comandado por Steven Gerrard no Aston Villa. O ex-capitão dos Reds foi seu companheiro em Anfield e aprovou a chegada do meia.

Tentando recuperar as boas aparições de anos anteriores, o brasileiro poderá num clube de menor expressão se reencontrar para o futebol, especialmente em ano de Copa de Mundo. No time de Birmingham, Coutinho poderá também fazer os torcedores do Aston Villa esquecerem de Jack Grealish, que se mudou para o Manchester City nesta temporada.

Coutinho é amigo de Gerrard dos tempos de Liverpool (Foto: ADRIAN DENNIS / AFP)
Coutinho é amigo de Gerrard dos tempos de Liverpool (Foto: ADRIAN DENNIS / AFP)
Foto: Lance!

* Estagiário, sob a supervisão de Leonardo Martins.

Lance!
Publicidade
Publicidade