1 evento ao vivo

Messi diz que trocaria prêmios individuais por Copa do Mundo

Campeão de tudo pelo Barça, Messi conquistou apenas o ouro olímpico pela seleção argentina

11 jan 2016
15h33
atualizado às 17h00
  • separator
  • comentários

Dono de quatro prêmios de melhor do mundo da Fifa, três deles desde a unificação com a Bola de Ouro da revista "France Football", Lionel Messi revelou nesta segunda-feira, antes de mais uma cerimônia de gala da Fifa, que trocaria as honrarias individuais pelo título da Copa do Mundo.

"Obviamente, prefiro vencer um Mundial. Sempre disse que os objetivos coletivos estão na frente dos individuais, e vencer um Mundial é o máximo para um jogador", declarou o capitão da seleção argentina antes da cerimônia no Palácio do Congresso, em Zurique.

O atacante é o favorito para a conquista da Bola de Ouro nesta segunda e voltar ao trono do qual foi retirado por Cristiano Ronaldo nos dois últimos anos. O camisa 10 do Barcelona concorre com o português e com Neymar.

Messi ainda busca conquistar o Mundial com a seleção argentina
Messi ainda busca conquistar o Mundial com a seleção argentina
Foto: Mathias Hangst / Getty Images

"Sempre é difícil voltar a vencer depois de ter conquistado tudo, e poder voltar a estar aqui, pela nona vez, é maravilho e importante para mim", destacou.

Na visão do craque, sua gana para melhorar a cada temporada e o fato de dividir vestiário com jogadores de alto nível são os motivos por estar entre os melhores do mundo há quase uma década.

"A cada ano que começa, tento render o mesmo que no ano anterior ou superar o que fiz. Trabalhamos para isso, para nos superarmos todos os anos e alcançar todos os objetivos que temos como equipe. Por sorte, no ano passado vencemos quase tudo. Foi um ano maravilhoso", resumiu.

Messi liderou o Barcelona na conquista de cinco títulos, Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol, Copa do Rei, Supercopa da Europa e Mundial de Clubes. A seu lado, está Neymar, apontado por muitos como seu sucessor na equipe catalã e também finalista do Bola de Ouro.

"Ney será o que ele quiser, vai chegar aonde quiser. Vai continuar crescendo muitíssimo e dependerá dele, porque tem todas as condições. Além de ser um jogador extraordinário, é uma ótima pessoa, e acredito que isso fará melhor ainda", afirmou Messi, que também não escondeu a admiração por Cristiano Ronaldo.

"Cada um tem sua personalidade, mas sem dúvida Cristiano tem muitíssimas coisas que eu gostaria ter", enalteceu.

 

EFE   
  • separator
  • comentários
publicidade