PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Joachim Low, técnico campeão do mundo com a Alemanha, descarta o Bayern: 'Não estou interessado'

Treinador afirmou desejo de comandar alguma seleção visando a Copa do Mundo de 2026

26 fev 2024 - 16h36
(atualizado às 16h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Joachim Low está livre no mercado desde 2021
Joachim Low está livre no mercado desde 2021
Foto: CHRISTOF STACHE | AFP via Getty Images / Esporte News Mundo

Joachim Low, técnico campeão da Copa do Mundo com a Alemanha em 2014, no Brasil, desdenhou do Bayern de Munique. O ex-comandante da Seleção Alemã está livre no mercado desde 2021. O treinador explicou, em entrevista ao diário "Bild", os motivos pelos quais não se vê no Gigante da Baviera no futuro. Recentemente, o clube anunciou que Thomas Tuchel não irá permanecer ao término da temporada.

- Por várias razões. Primeiro, o Bayern provavelmente não está interessado em mim como treinador e eu também não estou interessado no Bayern - começou dizendo.

- Fui treinador da seleção nacional por muito tempo (de 2006 até 2021) e sempre disse que uma posição de treinador aqui na Alemanha está fora do meu alcance. Claro, os clubes são uma opção muito boa, mas para mim isso não é mais uma motivação - explicou.

O Bayern de Munique vive temporada abaixo da média. Na Bundesliga, é o segundo colocado, oito pontos atrás do Leverkusen. Na Copa da Alemanha, foi eliminado por um time da terceira divisão. Enquanto na Champions League, perdeu o jogo de ida das oitavas para a Lazio, por 1 a 0, e precisa reverter o placar na volta, na Alemanha.

O treinador de 64 anos ressaltou que seu desejo é comandar alguma seleção para disputar a Copa do Mundo de 2026, no Canadá, México e Estados Unidos. Joachim Low reforçou que não está aposentado do futebol.

- Não estou aposentado, mas só quero fazer algo do qual eu estiver 100% convencido. Só que essa oferta ainda não foi colocada na mesa - falou.

- O que é uma meta para mim é a Copa do Mundo. Depois das copas nacionais, algumas seleções querem recuperar o ímpeto e talvez procurar novamente treinadores qualificados. Estou aberto a isso a partir do verão e depois examinarei as opções disponíveis - concluiu.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade