0

Inter vence time japonês e conquista Copa Suruga

5 ago 2009
08h58
atualizado às 10h14

O Internacional conquistou a Copa Suruga nesta quarta-feira ao derrotar, no Estádio Big Eye, em Oita, no Japão, o Oita Trinita por 2 a 1. Alecsandro e Andrezinho marcaram os gols do time colorado e Higashi descontou para os japoneses.

» Fotos de Oita x Inter
» Veja as últimas do Inter
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Comente a conquista do Inter

A Copa Suruga é disputada entre o campeão da Copa Sul-Americana, o Internacional, e o campeão da Copa da Liga Japonesa, o Oita Trinita, que atualmente é lanterna do Campeonato Japonês. No ano passado, os sul-americanos também haviam levado a melhor, com o Arsenal, da Argentina, batendo o Gamba Osaka.

Este é o segundo título do Internacional na temporada. O time colorado conquistou o Campeonato Gaúcho, mas foi vice-campeão da Copa do Brasil e da Recopa.

Em terras japonesas, já são quatro troféus. Em 1984, os colorados venceram a Copa Kirin. Em 1992 foi a vez da Copa Waki Denki e em 2006 o Mundial de Clubes.

Os colorados voltam a jogar na segunda-feira, pelo Campeonato Brasileiro. Após terem ficado de fora por duas rodadas, os comandados de Tite retornarão ao torneio contra o Sport, no Beira-Rio.A impressão era de que o Inter iria se impor desde o começo do jogo. No primeiro minuto, Alecsandro colocou a bola na rede, mas a arbitragem assinalou impedimento duvidoso.

Após o gol anulado, os colorados tentaram armar algumas jogadas, mas sem sucesso. O Oita passou a colocar a bola no chão, tendo um maior volume nos primeiros 20min. Porém, fraco tecnicamente, o lanterna do Campeonato Japonês não levava perigo ao goleiro Michel Alves.

A partir dos 20 minutos o time de Tite parece ter despertado e começou a criar oportunidades, principalmente com Kléber e Alecsandro. A dupla criava os melhores do confronto. Aos 25, o camisa 9 bateu forte, mas para fora.

Em seguida foi a vez de Taison, que se intrometeu entre o goleiro e o zagueiro, arrematando sobre o gol. O atacante teve outra oportunidade, só que seu chute saiu fraco para a defesa de Nishikawa. Na outra meta, Michel Alves trabalhou somente aos 42min, quando colocou a bola para escanteio após finalização de Kanazaki.

O Inter voltou aceso para o segundo tempo. Aos 5min, Andrezinho lançou Alecsandro, o atacante entrou livre na área e tirou o zero do placar. Logo em seguida uma substituição preocupante. Taison deixou o gramado chorando para a entrada de Bolaños. Após a troca, Edmilson ateu de longe e Michel Alves efetuou uma ponte segura, sem dar rebote.

Andrezinho estava com vontade de jogo e aos 13min ampliou a vantagem gaúcha. Em um belo chute da entrada da área, ele encobriu o goleiro, antes de entrar, a bola ainda bateu no travessão. O título parecia decidido, mas no Brasil ou no Japão, o Inter gosta de emoções fortes.

Na saída de jogo, Índio falhou. O defensor deu espaço para Higashi, o japonês cortou o zagueiro, bateu forte para descontar. Não demorou muito para o Inter levar outro susto.

Após cobrança de escanteio, Kanazaki cabeceou na trave colorada. A defesa voltou a demonstrar a insegurança dos últimos jogos pelo Brasileirão. A todo momento, o Oita criava problemas para a retaguarda gaúcha, principalmente pelo lado direito.

A situação havia se complicado. Para tentar neutralizar o oponente, Tite tirou o meia Giuliano e colocou Danilo Silva. O time passou a atuar no 3-5-2 e torcia para o jogo acabar o quanto antes.

Aos 37min, Michel Alves executou milagre em canecada de Morishige. Nos acréscimos, Bolívar cometeu falta a meio passo da área do Inter. Na cobrança, Edmilson acertou a barreira e o Inter voltava a ser campeão do Japão.

Ficha Técnica

Gols
Internacional: Alecsandro, aos 5min, e Andrezinho, aos 13min do segundo tempo

Oita Trinita Higashi, aos 15min do segundo tempo

Ponto Forte do Internacional
Andrezinho, que deu ótimo passe no primeiro gol e fez o segundo em belo chute

Pontos Fracos do Internacional
Recuou demais após fazer 2 a 0 e sofreu para manter resultado

Ponto Forte do Oita Trinita
Mostrou velocidade e não desistiu em nenhum momento, complicando o jogo para o Inter

Ponto Fraco do Oita Trinita
Vacilou na defesa, deu espaço a Kléber, Andrezinho e Alecsandro e isso foi fatal

Personagem do jogo
Andrezinho, do Internacional

Esquema Tático Internacional
4-4-2
Michel Alves; Bolívar, Índio, Sorondo e Kléber (Marcelo Cordeiro); Sandro, Guiñazu, Andrezinho (Danny Morais) e Giuliano (Danilo Silva); Taison (Bolaños) e Alecsandro (Glaydson) Técnico: Tite

Esquema Tático Oita Trinita
3-5-2
Nishikawa; Fujita (Miyazawa), Morishige e Uemoto (Tsubouchi); Higashi (Umeda), Takahashi, Edmílson, Fernandinho (Maeda) e Kotegawa (Sumida); Inoue (Ienaga) e Kanazaki; Técnico: Ranko Popovic

Cartões Amarelos
Internacional: Guiñazu, Kléber e Bolaños
Oita Trinita: Uemoto e Tsubouchi

Árbitro
Myung Yong Choi

Com informações da agência Gazeta Press.














Internacional, de Sandro, conquista a Copa Suruga no Japão
Internacional, de Sandro, conquista a Copa Suruga no Japão
Foto: Alexandre Lops/VIPCOMM / Divulgação
Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade