7 eventos ao vivo

United domina City fora de casa e vence dérbi de Manchester

7 dez 2019
16h37
atualizado às 16h46
  • separator
  • 0
  • comentários

Manchester é vermelha. Neste sábado, o City recebeu o United no Etihad Stadium, pela 16ª rodada do Campeonato Inglês. Desde o começo, os visitantes foram mais agudos e efetivos para construir uma vantagem confortável logo no primeiro tempo. Apesar da pressão no final do jogo, os anfitriões não conseguiram evitar a derrota. Com gols de Rashford e Martial, os comandados por Ole Gunnar Solskjaer venceram o dérbi por 2 a 1. Otamendi diminuiu.

Manchester City x Manchester United
Manchester City x Manchester United
Foto: OLI SCARFF / AFP / LANCE!

Com o resultado, os Diabos Vermelhos conheceram sua segunda vitória consecutiva e passaram a ocupar a quinta colocação, com 24 pontos somados. Os Citizens , por sua vez, conheceram sua quarta derrota da competição e seguem estacionados na terceira posição, com 32 pontos somados.

Querendo confirmar a primeira colocação do Grupo L na Liga Europa, o United volta a campo nesta quinta-feira. A partida contra o AZ Alkmaar está prevista para as 17 horas (de Brasilia), no Old trafford.

Do outro lado, o City já tem sua vaga confirmada para a próxima fase da liga dos Campeões e só vai cumprir tabela contra o Dinamo Zagreb, nesta quarta-feira, às 14h55 (de Brasília).

A peleja começou eletrizante. Sem se abalar com a pressão da torcida dos Citizens, que compareceu em peso, o United teve sua primeira chance com menos de um minuto no relógio. Sempre com muita velocidade pelas pontas, Daniel James deixou a marcação para trás, recebeu um bom passe e exigiu boa defesa de Ederson. Momentos depois, o brasileiro voltou a aparecer em mais um bom contra-ataque dos visitantes.

Em nova ofensiva, com 19 minutos jogados, Rashford foi derrubado na área por Bernardo Silva. Após rápida checagem do VAR, o árbitro apontou para a marca penal. O atacante inglês pediu a bola, deslocou o goleiro e abriu o placar.

Nos dois lances seguintes, o camiseta 10 teve boas oportunidades de ampliar, mas parou no travessão. Aos 29, foi a vez de Martial voltar a marcar pelo Untied. Após boa jogada individual de Daniel James, o francês recebeu dentro da grande área e, mesmo desequilibrado, acertou o canto esquerdo. Destaque negativo para Kyle Walker, que se encolheu e deixou a bola passar.

Desde o segundo gol, o Manchester City liberou mais os laterais para o campo de ataque e começou a propor mais o jogo. No entanto, De Gea fez a diferença. Na volta do vestiário, os 15 primeiros foram de domínio total de posse de bola e chances criadas pelo City. A melhor delas saiu dos pés de De Bruyne. O maestro belga mandou um foguete e o zagueiro Linfelof se atirou para salvar em cima da linha.

Pep Guardiola promoveu a entrada de Rihad Mahrez e os adversários se fecharam no campo defensivo. Apostando nos contra-ataques e faltas pontuais, os Diabos Vemelhos cozinharam o jogo e a atuação de Aaron Wan-Bissaka, principalmente, garantiu o zero no placar do Manchester City até os 40 minutos. Após o gol de cabeça de Otamendi, os Citizens insistiram para chegar ao empate, mas pararam nas mãos de De Gea.

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade