PUBLICIDADE

Sancho desabafa após ataques racistas e pênalti perdido

Jogador se pronunciou através de suas redes sociais em um longo texto sobre o ocorrido

14 jul 2021 18h57
| atualizado às 19h25
ver comentários
Publicidade

Após a Inglaterra perder para a Itália na final da Eurocopa, Sancho, Rashford e Saka foram alvo de ataques racistas nas redes sociais, após desperdiçaram as cobranças de pênaltis. Nesta quarta-feira, Sancho se pronunciou através de suas redes sociais em um longo texto sobre os insultos recebidos e lamentou o pênalti perdido.

Jadon Sancho, de 21 anos, lamenta o pênalti perdido. Em todo torneio, ele atuou por apenas 96 minutos
Jadon Sancho, de 21 anos, lamenta o pênalti perdido. Em todo torneio, ele atuou por apenas 96 minutos
Foto: DW / Deutsche Welle

"Eu tive alguns dias para refletir sobre a final de domingo e ainda sinto um misto de emoções. Eu gostaria de pedir desculpas a todos os meus companheiros, comissão técnica e a todos os fãs que eu decepcionei. Este é de longe o pior sentimento que já senti na minha carreira. É difícil até colocar o real sentimento em palavras, mas há tantas coisas positivas para tirar deste torneio, mesmo que a derrota vá doer por um longo tempo", disse Sancho.

"Não vou fingir que não vi o abuso racial que eu e meus irmãos Marcus e Bukayo recebemos depois do jogo, mas infelizmente não é nada novo. Como sociedade, precisamos fazer melhor e responsabilizar essas pessoas. O ódio nunca vai vencer. Para todos os jovens que sofreram abusos semelhantes, levantem a cabeça e continuem perseguindo o sonho", completou o atacante inglês.

A Associação Inglesa de Futebol saiu em defesa do trio, mostrou-se "chocada" e "enojada" pelos comentários racistas nas redes sociais.

"Os jogadores da equipe inglesa merecem ser tratados como heróis, não (vítimas de) insultos racistas nas redes sociais", escreveu Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, no Twitter.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade