PUBLICIDADE

Eurocopa

Eurocopa 2024: conheça as seleções do Grupo B

Grupo da morte conta com Espanha, Croácia, Itália e Albânia

14 jun 2024 - 07h00
(atualizado às 10h16)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Arte Jogada10 - Legenda: Seleções do Grupo B da Eurocopa / Jogada10

O Grupo B da Eurocopa 2024 é considerado o "Grupo da Morte" e promete fortes emoções na primeira fase. A chave conta com a tricampeã Espanha e a bicampeã Itália, que venceu a última edição após superar a Inglaterra na decisão em Wembley. Além das gigantes, o grupo terá a Croácia, que foi vice-campeã mundial em 2018 e terceira colocada em 2022, e a Albânia, comandada pelo brasileiro Sylvinho, e que está em sua segunda participação. Veja abaixo as principais informações do Grupo B:

Jogos do Grupo B

15/6 -  Espanha x Croácia - 13h

15/6 - Itália x Albânia - 16h

19/6 - Croácia x Al bânia - 10h

19/6 - Espanha x Itália - 16h

24/6 - Albânia x Espanha - 16h

24/6 - Croácia x Itália - 16h

OBS: As emissoras que tês os direitos de transmissão são: TV Globo, CazeTV e SporTV

Espanha

Detentora de três títulos e maior campeã da Eurocopa junto com a Alemanha, a Espanha chega com moral na edição de 2024 após conquistar o título da Liga das Nações de 2023 e se classificar em primeiro lugar no Grupo A das Eliminatórias da Euro. Será a 11ª participação da Fúria na competição, que é candidata a brigar pelo título. A seleção espanhola foi campeã nas edições de 2008 e 2012, além de terceiro colocada em 2020, e tem tudo para ficar pelo menos no pódio mais uma vez. O técnico Luis de la Fuente aposta as fichas principalmente nos jovens talentos como o meia Pedri e o atacante Yamal, do Barcelona, e do meia-atacante Dani Olmo, do RB Leipzig, da Alemanha, além da experiência do meia Rodri, do Manchester City, e dos defensores campeões europeus Carvajal e Nacho, do Real Madrid.

Convocados

Goleiros: Alex Remiro (Real Sociedad), David Raya (Arsenal) e Unai Simon (Athletic Bilbao)

Defensores: Alex Grimaldo (Bayer Leverkusen), Aymeric Laporte (Al Nassr), Dani Carvajal (Real Madrid), Daniel Vivian (Athletic Bilbao), Jesus Navas (Sevilla), Marc Cucurella (Chelsea), Nacho (Real Madrid) e Robin Le Normand (Real Sociedad)

Apoiadores: Alex Baena (Villarreal), Fabian Ruiz (France Paris Saint-Germain), Fermin Lopez (Barcelona), Martin Zubimendi (Real Sociedad), Mikel Merino (Real Sociedad), Pedri (Barcelona) e Rodri (Manchester City)

Atacantes: Alvaro Morata (Atletico Madrid), Ayoze Perez (Real Betis), Dani Olmo (RB Leipzig), Ferran Torres (Barcelona), Joselu (Real Madrid), Lamine Yamal (Barcelona), Mikel Oyarzabal (Real Sociedad) e Nico Williams (Athletic Bilbao)

Croácia

Em tom de despedida de uma geração, a Croácia quer honrar o legado de craques como Luka Modric e busca uma campanha histórica na Eurocopa de 2024. Desde que deixou de fazer parte da Iugoslávia e se tornou um país independente, a Croácia disputará a Euro pela sétima vez e ficou de fora de apenas uma das últimas oito edições (em 2000). O melhor desempenho aconteceu em 1996 e 2008, quando foi eliminada nas quartas de final. Ao mesmo tempo em que foi vice-campeã mundial em 2018 e terceira colocada em 2022, os croatas não passaram das oitavas nas Euros de 2016 e 2020. O principal nome da equipe é o veterano meia Luka Modric, do Real Madrid.

Convocados

Goleiros: Dominik Livakovic (Fenerbahçe), Ivica Ivusic (Cyprus Pafos) e Nediljko Labrovic (Rijeka)

Defensores: Borna Sosa (Netherlands Ajax), Domagoj Vida (AEK Athens), Josip Juranovic (Union Berlin), Josip Stanisic (Bayer Leverkusen), Josip Sutalo (Netherlands Ajax), Josko Gvardiol (Manchester City), Marin Pongracic (Lecce) e Martin Erlic (Sassuolo)

Apoiadores: Lovro Majer (VfL Wolfsburg), Luka Ivanusec (Netherlands Feyenoord), Luka Modric (Real Madrid), Luka Sucic (Red Bull Salzburg), Marcelo Brozovic (Al Nassr), Mario Pasalic (Atalanta), Martin Baturina (Dinamo Zagreb), Mateo Kovacic (Manchester City) e Nikola Vlasic (Torino)

Atacantes: Andrej Kramaric (TSG Hoffenheim), Ante Budimir (Osasuna), Bruno Petkovic (Dinamo Zagreb), Ivan Perisic (Hajduk Split), Marco Pasalic (Rijeka) e Marko Pjaca (Rijeka)

Itália

Atual campeã europeia, a Itália disputará a Eurocopa pela 11ª vez na história. A Azzurri é bicampeã da competição, mas passou por apuros nas Eliminatórias da Euro e se classificou por conta do saldo de gols, já que empatou em pontos com a Ucrânia - que disputou a repescagem. Em busca do tricampeonato, a seleção italiana aposta na experiência de nomes como o goleiro Donnarumma, do Paris Saint-Germain, que será o capitão, e nos talentos de Barella, da Inter de Milão, e Scamacca, da Atalanta.

Convocados

Goleiros: Gianluigi Donnarumma (Paris Saint-Germain), Guglielmo Vicario (Tottenham Hotspur) e Alex Meret (Napoli)

Defensores: Giovanni Di Lorenzo (Napoli), Federico Dimarco (Inter Milan), Alessandro Buongiorno (Torino), Gianluca Mancini (Roma), Matteo Darmian (Inter Milan), Riccardo Calafiori (Bologna), Raoul Bellanova (Torino), Alessandro Bastoni (Inter Milan), Andrea Cambiaso (Juventus) e Federico Gatti (Juventus)

Apoiadores: Nicolo Barella (Inter Milan), Davide Frattesi (Inter Milan), Jorginho (Arsenal), Lorenzo Pellegrini (Roma), Bryan Cristante (Roma), Nicolo Fagioli (Juventus) e Michael Folorunsho (Hellas Verona)

Atacantes: Mateo Retegui (Genoa), Giacomo Raspadori (Napoli), Federico Chiesa (Juventus), Gianluca Scamacca (Atalanta), Mattia Zaccagni (Lazio) e Stephan El Shaarawy (Roma)

Albânia

Comandada pelo ex-jogador brasileiro Sylvinho, a Albânia disputará a Eurocopa pela segunda vez em sua história. Nas edição de 2016, não passou da fase de grupos. A seleção albanesa conquistou a vaga após ficar em primeiro lugar no Grupo E das Eliminatórias, superando seleções favoritas como a República Tcheca, que ficou em segundo, e a Polônia, que precisou jogar a repescagem. Os principais nomes da equipe jogam no futebol inglês: o goleiro Thomas Strakosha, do Brentford, e o atacante Armando Broja, do Fulham.

Convocados

Goleiros: Etrit Berisha (Empoli), Elhan Kastrati (Cittadella) e Thomas Strakosha (Brentford)

Defensores: Iván Balliu (Rayo Vallecano), Mario Mitaj (Lokomotiv Moscow), Elseid Hysaj (Lazio), Arlind Ajeti (CFR Cluj), Berat Djimsiti (Atalanta), Enea Mihaj (Famalicão), Ardian Ismajli (Empoli), Marash Kumbulla (Sassuolo) e Naser Aliji (Voluntari)

Apoiadores: Klaus Gjasula (Darmstadt 98), Nedim Bajrami (Sassuolo), Qazim Laçi (Sparta Prague), Medon Berisha (Lecce), Ernest Muçi (Beşiktaş), Ylber Ramadani (Lecce), Kristjan Asllani (Inter Milan) e Amir Abrashi (Grasshoppers)

Atacantes: Rey Manaj (Sivasspor), Jasir Asani (Gwangju), Armando Broja (Fulham), Taulant Seferi (Baniyas), Mirlind Daku (Rubin Kazan) e Arbër Hoxha (Dinamo Zagreb)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade