PUBLICIDADE

Sem Messi e Suárez, Neymar marca e deixa Barça perto de vaga

20 jan 2016
20h02 atualizado às 20h35
0comentários
20h02 atualizado às 20h35
Publicidade

Apesar das ausências de Messi e Suárez, o Barcelona conseguiu manter a sequência de bons resultados na noite desta quarta-feira. Em duelo válido pela ida das quartas de final da Copa do Rei, a equipe catalã teve de suar, mas conseguiu uma importante vitória sobre o Athletic Bilbao, por 2 a 1, no Estádio San Mamés, no País Basco.

O placar dá ao Barça a possibilidade de empatar ou até perder por um placar mínimo no confronto de volta, marcado para a próxima quarta-feira no Camp Nou. Apesar da vitória, os comandados de Luis Enrique não tiveram vida fácil para passar pela equipe da casa. Munir e Neymar marcaram os gols blaugranos aos 15 e aos 24 minutos do primeiro tempo, dando a impressão de que uma goleada estava por vir.

No entanto, os catalães sentiram as ausências de Messi e Suárez e pararam de atacar, dando espaço para pressão do Bilbao. O time da casa ainda diminuiu o marcador aos 44 do segundo tempo, com Aduríz, e só não empatou no minuto seguinte devido a uma grande defesa do goleiro Ter Stegen em outra tentativa do atacante basco.

Agora, o Barça volta a focar suas atenções no Campeonato Espanhol. No sábado, a equipe culé, atual vice-líder, enfrenta o Málaga, fora de casa, a partir das 13h (de Brasília).

Foto: EFE

O jogo – Sem Messi, poupado, e Suárez, suspenso, coube a Neymar o papel de protagonista no ataque do Barça, ao lado de Arda Turan e do jovem Munir. No entanto, os campeões mundiais pareceram sentir a falta de dois de seus melhores craques, e demoraram a engatar jogadas ofensivas.

O Athletic tocava mais a bola no campo de ataque e encurralava a equipe visitante, mas sem objetividade. A partir dos 15 minutos, o Barcelona passou a levar perigo. Primeiro com Neymar, que aproveitou rebote de escanteio e bateu colocado para boa defesa de Herrerín. Depois, com Daniel Alves, que arriscou com perigo de fora da área.

Foto: EFE

O fatal ataque blaugrano não demorou a dar seu primeiro golpe no Bilbao. Aos 18, após contra-ataque fulminante, Rakitic cruzou para Munir abrir o marcador. Foi o quinto gol do jovem atacante, artilheiro do Barça na competição.

O domínio continuou e, aos 24, Neymar entrou em ação. O craque brasileiro recebeu de Sergi Roberto, driblou o goleiro e jogou para o gol aberto, deixando os catalães muito perto da vaga às semifinais.

O gol fez a torcida do Athletic se irritar nas arquibancadas. Dentro de campo, os jogadores entraram no clima e passaram a abusar das divididas. O Bilbao ensaiou uma reação antes da ida para o intervalo. Aos 41, Eraso recebeu depois de falha na zaga do Barça e bateu para fora. O jogador não viu o atacante Aduríz, que passava livre ao seu lado, e desperdiçou a boa oportunidade.

Muni voltou a ter uma boa chance para matar de vez o jogo a favor do Barcelona logo no primeiro minuto da etapa final. Após mais um contra-ataque, o atacante recebeu na frente do goleiro e, ao invés de avançar, tentou mandar por cobertura, pegando mal na bola e mandando nas mãos de Herrerín.

Depois, foi a vez do Athletic responder. Aduríz ajeitou para a chegada de Eraso, que bateu muito perto da trave de Ter Stegen, mas para fora.

Com um resultado praticamente perfeito, o Barça pouco atacou no decorrer da partida. O Bilbao não mostrava poderio ofensivo suficiente para furar o bloqueio adversário, mas continuava pressionando.

A insistência acabou gerando resultado aos 44 minutos. San José aproveitou vacilo de Dani Alves na defesa, roubou e tocou para Aduríz diminuir o marcador. No minuto seguinte, o centroavante do Bilbao por muito pouco não empatou o duelo, mas parou em uma bela defesa de Ter Stegen.

Foto: EFE
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade