PUBLICIDADE

Vinícius Júnior comemora boa fase no Real Madrid

Atacante da Seleção brasileira marcou em todos os quatro jogos de equipe madrilenha no Campeonato Espanhol no início desta temporada

14 set 2021 11h48
| atualizado às 12h07
ver comentários
Publicidade

Em seu quarto ano de Real Madrid, a boa fase finalmente chegou para o atacante Vinícius Júnior. Contratado junto ao Flamengo em 2018, o brasileiro balançou as redes quatro vezes no últimos quatro jogos da equipe no Campeonato Espanhol neste início de temporada. O atleta da Seleção brasileira afirmou nesta terça-feira que sabia que os gols sairiam e que a sequência de um bom momento em campo viria.

Agora, Vinícius Júnior é destaque no Real Madrid (GABRIEL BOUYS / AFP)
Agora, Vinícius Júnior é destaque no Real Madrid (GABRIEL BOUYS / AFP)
Foto: LANCE!

"Tento jogar como se estivesse em casa, no Brasil. Me sinto como quando jogava na rua, com muita alegria. Sentir o apoio da torcida é como continuar lá. Estou muito feliz com isso, que eles se sintam assim comigo. Acho que é por causa do meu estilo de jogo. Eu encaro sempre e, se errar, tento de novo. Espero que esse relacionamento com torcedores dure muitos anos", afirmou em entrevista ao jornal espanhol As.

A última exibição, na vitória de 5 a 2 sobre o Celta em jogo que marcou a inauguração do novo estádio Santiago Bernabéu, em Madri, foi marcante para o ex-jogador do Flamengo, que saiu ovacionado pelos torcedores, comissão técnica e companheiros.

"Desde que cheguei ao Real Madrid, sempre disse que chegaria o momento em que faria muitos gols seguidos. Na base do Flamengo marquei muitos gols e sabia que isso ia acontecer. Estou muito calmo com isso e agora penso apenas em ajudar o Real Madrid a conquistar títulos. Me sinto bem comigo mesmo", frisou o brasileiro.

Elogiado pelo centroavante Karim Benzema após a partida contra o Celta, Vinícius Júnior retribuiu o carinho do francês. "Jogar com o Karim é incrível. Sempre fui um grande fã dele, desde criança. É um prazer jogar ao seu lado. Ele me ajuda sempre. É um dos melhores jogadores da história. Gosto muito de jogar com ele. Ele fala comigo dentro e fora de campo e isso me ajudou mesmo quando não se sabia se eu teria sucesso", disse.

O jogador de 21 anos não escondeu que atuar sem torcida no estádio nos últimos tempos foi bastante complicado. "Principalmente para mim, que gosto de jogar para os torcedores. Estou habituado à paixão com que se vive o futebol no Brasil. Sentir o apoio das pessoas quando estamos em campo é algo único. Por isso acreditamos que com a volta do público será mais fácil lutar pela conquista do maior número de títulos", completou.

Estadão
Publicidade
Publicidade