8 eventos ao vivo

Contundido, Thiago Silva desfalca PSG por 3 semanas e fica fora contra o Dortmund

Zagueiro também deve ficar fora da próxima convocação de Tite para a seleção brasileira; Ander Herrera segue lesionado

24 fev 2020
20h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Paris Saint-Germain ganhou mais um problema para a sequência da temporada e, principalmente, o duelo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa contra o Borussia Dortmund. Nesta segunda-feira, o clube comunicou que o zagueiro Thiago Silva vai desfalcar o time por três semanas após se lesionar no último domingo.

O brasileiro se contundiu ainda durante o primeiro tempo do triunfo do PSG por 4 a 3 sobre o Bordeaux, pelo Campeonato Francês, no Parque dos Príncipes, precisando ser substituído. E com a previsão de três semanas de afastamento, não deverá ter condições de atuar em 11 de março, quando o time vai receber o Borussia Dortmund, precisando reverter o placar desfavorável de 2 a 1, sofrido no duelo de ida.

É possível que Thiago Silva volte ao time na partida contra o Nice, agendada para o dia 15 e válida pelo Campeonato Francês. A inatividade do zagueiro também pode colocar em risco a sua presença na seleção brasileira. Tite vai convocar a equipe em 6 de março para os dois primeiros jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo contra a Bolívia, dia 27, e o Peru, no dia 31.

"Thiago Silva, substituído durante a partida contra o Bordeaux, tem uma lesão no bíceps femoral da coxa direita. A recuperação é estimada em três semanas, dependendo do progresso clínico", anunciou o PSG.

Além disso, o meio-campista espanhol Ander Herrera segue contundido e vai demorar ainda mais para ficar à disposição do técnico Thomas Tuchel. "Ander Herrera tem uma lesão no quadríceps esquerdo e estará ausente entre seis e oito semanas, dependendo da evolução", acrescentou o clube.

Assim, o PSG, além dos problemas por lesão, terá os desfalques do lateral-direito Meunier e do volante Verratti, ambos suspensos, na partida contra o Borussia Dortmund.

Veja também:

Newell’s Old Boys sonha com retorno de Messi
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade