PUBLICIDADE

Clássicos na Espanha, Inglaterra, Itália e França agitam futebol europeu neste domingo

Rivais Barcelona e Real Madrid, Manchester United e Liverpool, Internazionale e Juventus, além de Olympique de Marselha e Paris Saint-Germain, disputam as primeiras posições

23 out 2021 14h10
| atualizado às 14h10
ver comentários
Publicidade

O futebol europeu terá quatro grandes clássicos neste domingo, 24. Na Espanha, o Barcelona, agora sem Lionel Messi, enfrenta o Real Madrid, de Karim Benzema e Vinicius Junior, que vivem grande temporada. Os rivais Manchester United e Liverpool, duelam no primeiro clássico desde a volta de Cristiano Ronaldo à Inglaterra. Na Itália, Internazionale e Juventus buscam a vitória para não se distanciar ainda mais do líder Napoli, que venceu todas as suas oito partidas. Já na França, o Paris-Saint-Germain quer manter a folga na primeira posição e espera contar com o trio Neymar, Lionel Messi e Kylian Mbappé para derrotar o Olympique de Marselha dos brasileiros Luan Peres e Gerson.

Para o narrador dos canais Disney Paulo Andrade, será um domingo para o fã de futebol ficar grudado na frente da televisão. "Não sei se essa coincidência de grandes clássicos acontecerem no mesmo dia vai voltar a ocorrer. Certamente, vai ser um domingo diferente, especial", enaltece.

Barcelona x Real Madrid

No primeiro 'El Clásico' após a saída de Lionel Messi do Barcelona, quem vem em melhor momento é o vice-líder Real Madrid, que aplicou uma goleada de 5 a 0 sobre o Shakhtar Donetsk no meio de semana, pela Liga dos Campeões.

A equipe madrilenha conta com a grande fase do atacante Karim Benzema, artilheiro do Campeonato Espanhol, que já marcou nove gols, e deu sete assistências em oito partidas. "Acho que o fato de o Cristiano Ronaldo ter saído deixou um espaço para Benzema ocupar e ele o ocupou perfeitamente", elogiou Gerard Piqué, do Barcelona, ao programa de TV "Vamos".

Outra arma importante dos merengues é o brasileiro Vinicius Junior, que vive sua melhor temporada na Europa. O atacante vem de boas atuações, participou de 12 gols em 11 jogos e recebeu muitos elogios da imprensa espanhola.

"O Real Madrid vive o melhor momento e o Vinicius vem jogando de maneira surpreendente. Acho que vai ser o ponto de desequilíbrio desse clássico então vai assumir esse protagonismo deixado pelo Lionel Messi. Vai ser estranho ver o clássico sem o Messi porque ele é a cara do Barcelona. ", contou Cicinho, que atuou no Real Madrid entre 2006 e 2007.

Do outro lado do confronto, o Barcelona tenta se encontrar em campo sem Lionel Messi e envolvido em crise financeira. A equipe está na sétima posição no Espanhol, mas a apenas cinco pontos da liderança. São quatro vitórias, três empates e uma derrota, mas um desempenho em campo que tem motivado críticas ao técnico Ronald Koeman.

O Barça teve derrotas importantes neste início de temporada. Perdeu por 3 a 0 para Bayern de Munique e Benfica, pela Liga dos Campeões, além de um 2 a 0 para o rival Atlético de Madrid pelo Espanhol. O momento do clube se reflete nas arquibancadas. Nas últimas partidas, a ocupação do Camp Nou foi de quase metade da capacidade total.

"Não estou totalmente feliz com este início. Podemos melhorar nosso desempenho", disse o atacante Memphis Depay.

Apesar de ter no elenco veteranos como Gerard Piqué, Sergio Busquets e Jordi Alba, os blaugranas estão apostando cada vez mais na juventude. Autor de um golaço na vitória sobre o Valencia pelo Espanhol, o atacante Ansu Fati, de 18 anos, é esperança de gols e renovou seu contrato até 2027 nesta semana. A má notícia é que o time não contará com os jovens Pedri, destaque espanhol na Eurocopa e na Liga das Nações, e Ronald Araújo, que se recuperam de lesão.

Ídolo do Barcelona, Rivaldo confia na vitória do seu ex-time mesmo com o melhor momento do rival nesta temporada. "Apesar de reconhecer que o Real Madrid vive uma fase melhor e mais estável, não consigo evitar de pensar que o Barcelona precisa mostrar que continua bem vivo para seus torcedores, então acredito que pode vencer por 1 a 0 esta partida", disse ao site Betfair. O brasileiro já marcou seu nome na história do clássico, em 1998, quando fez um dos gols da vitória por 3 a 0 sobre o Real Madrid.

Manchester United x Liverpool

O maior clássico da Inglaterra terá um ingrediente mais que especial neste domingo. Será a primeira partida entre os rivais Manchester United e Liverpool desde o retorno de Cristiano Ronaldo ao futebol inglês nesta temporada.

Quem chegou a enfrentar o craque português no clássico foi o brasileiro Fábio Aurélio. Em 2009, o ex-lateral-esquerdo precisou marcar o astro português e anotou um dos gols da goleada do Liverpool sobre o Manchester United por 4 a 1, em Old Trafford, vitória lembrada até hoje pelos torcedores. "Ele já era 'o cara', mas eu me saí bem. Foi um jogo marcante em vários aspectos, impossível de esquecer. A nossa situação na liga estava complicada. Tivemos uma atuação espetacular. Começamos perdendo, mas viramos rapidamente e tive a felicidade de fazer um gol de falta", relembra.

Fábio Aurélio estará na torcida para o único invicto do Inglês, que está a um ponto do líder Chelsea e vive ótimo momento. O poder ofensivo do Liverpool chama atenção: são 22 gols marcados em apenas oito rodadas, a melhor marca da competição. O egípcio Mohamed Salah é o artilheiro e principal nome do campeonato nesta temporada, com sete gols e quatro assistências.

Se o Liverpool conta com Salah, o Manchester United confia no poder de decisão do craque Cristiano Ronaldo para vencer o clássico. A equipe do técnico Ole Gunnar Solskjaer ocupa apenas a sexta posição na tabela e vem enfrentando instabilidade neste início de temporada, com falhas do sistema defensivo e tropeços inesperados. A dor de cabeça para o treinador é que o volante brasileiro Fred, o meia Bruno Fernandes e o atacante Marcus Rashford são dúvida para a partida. Uma vitória no domingo encurta a distância para o rival, que hoje é de quatro pontos.

"Existe uma rivalidade histórica não só entre os clubes, mas entre as cidades. O Liverpool tem um time melhor e perdeu pela última vez há seis meses, mas o United tem qualidade, grandes jogadores, apesar do coletivo ainda aquém", disse o comentarista Mário Marra, dos canais Disney.

Internazionale x Juventus

Apesar do título da Eurocopa e de contar com quase todo o elenco campeão europeu, a Itália sofreu duas perdas em seu campeonato. Enquanto a atual campeã italiana Internazionale viu a saída do artilheiro da última temporada, Romelu Lukaku, para o Chelsea, a Juventus se despediu do atacante Cristiano Ronaldo para o Manchester United.

Sem seus principais destaques, as duas equipes querem se aproximar do líder Napoli, único time com 100% de aproveitamento nas principais ligas europeias, e do vice Milan, que venceu sete em oito rodadas.

A Inter está na terceira posição na tabela e tenta voltar a ser forte como na temporada anterior. Além de Lukaku, o clube não conta mais com o técnico Antonio Conte, que pediu demissão, e vendeu o lateral direito Achraf Hakimi para o Paris Saint-Germain.

Para o ataque, contratou o experiente Edin Dzeko para fazer parceria com o argentino Lautaro Martínez. A combinação tem dado certo no Campeonato Italiano: já são 11 gols da dupla. "Lukaku foi vendido por 115 milhões de euros e compramos Dzeko de graça. Em campo, não há muita diferença (entre eles)", enalteceu o executivo-chefe da Inter, Giuseppe Marotta, ao Corriere della Sera. Outro trunfo para vencer o clássico é o jovem meia italiano Nicolò Barella, que já deu cinco passes para gol e também foi campeão da Eurocopa.

Para voltar a levantar troféus, a Juventus confia no técnico hexacampeão italiano Massimiliano Allegri, que retornou ao clube para esta temporada. A equipe voltou a ter uma defesa sólida, vem de sete vitórias seguidas em todas as competições e está a 10 pontos da liderança do Italiano.

Dois dos principais nomes são os jovens campeões na última Euro: o meio-campista Manuel Locatelli e o atacante Federico Chiesa, ambos de 23 anos. Com quatro brasileiros no elenco, a Velha Senhora tem os laterais da Seleção Danilo e Alex Sandro jogando pelo time titular, enquanto o volante Arthur e o atacante Kaio Jorge receberam menos oportunidades.

Olympique de Marselha x Paris Saint-Germain

No primeiro clássico francês de Lionel Messi com a camisa do Paris Saint-Germain, terá um rosto conhecido no lado adversário. O craque conhece de perto o técnico do Olympique de Marselha, Jorge Sampaoli, da época da seleção argentina, e recebeu elogios do ex-treinador de Santos e Atlético-MG.

"Infelizmente, nós não vivemos uma situação favorável na Argentina, mas nunca mudei de ideia em relação a ele. É um prazer enfrentá-lo, embora tenha noção de que será difícil", disse ao diário AS.

Messi pode não contar com a companhia de Neymar, que desfalcou a equipe por dores musculares na vitória sobre o RB Leipzig por 3 a 2, pela Liga dos Campeões, na última terça-feira, 19. Até agora, o trio Neymar, Mbappé e Messi atuou junto apenas quatro das 13 partidas do time parisiense.

Se o brasileiro é dúvida para estar em campo diante do rival Olympique de Marselha, Kylian Mbappé é presença confirmada. O atacante de 22 anos é o nome do PSG no Francês, com cinco gols e quatro assistências.

Líder da competição, o PSG está em grande fase: são nove vitórias em dez jogos e dez pontos de vantagem sobre o rival, que tem uma partida a menos. A equipe quer apagar os problemas da temporada passada que o levou a perder o título francês para o Lille por um ponto.

Já o Olympique de Marselha passou por grande transformação em relação à última temporada e quer apagar o jejum de oito jogos sem vencer o PSG em sua casa pelo Francês. A chegada do técnico Jorge Sampaoli fez com que o clube investisse pesado no mercado, pagando quase 45 milhões de euros em oito reforços, dentre eles o zagueiro Luan Peres e o meio-campista Gerson.

O ex-defensor do Santos jogou todas as partidas do Marselha nesta temporada, enquanto o jogador revelado do Flamengo entrou em campo nove vezes até aqui, mas ainda busca melhor adaptação. No fim de setembro, Gerson se envolveu em uma polêmica com o companheiro de time Matteo Guendouzi. Os dois discutiram em uma partida, após o francês questionar o brasileiro "quando ele iria correr em campo", frase que foi flagrada pela transmissão da TV.

O Marselha quer surpreender o favorito PSG e aposta suas fichas no meia Dimitri Payet, que participou de nove gols em apenas seis rodadas, e é um dos melhores jogadores do Campeonato Francês na temporada.

Horários e transmissões dos clássicos europeus

Barcelona x Real Madrid - 11h15 na ESPN Brasil e no Star+ (streaming)

Manchester United x Liverpool - 12h30 no Star+ (streaming)

Internazionale x Juventus - 15h45 no Star+ (streaming)

Olympique de Marselha x Paris Saint-Germain - 15h45 no Star+ (streaming)

Estadão
Publicidade
Publicidade