PUBLICIDADE

Após polêmica, Konami rompe com Griezmann e cobra posicionamento do Barcelona: 'Esclareça os detalhes'

Jogador negou que tenha sido preconceituoso com uma equipe de técnicos que aparecem em um vídeo consertando a TV da dupla, em pré-temporada do Barça no Japão, em 2019

7 jul 2021 14h08
| atualizado às 14h08
ver comentários
Publicidade

A Konami, empresa responsável pelo game PES, anunciou que encerrou a parceria de apenas um mês que tinha com o jogador de futebol e fã de videogames Antoine Griezmann como embaixador do Yu-Gi-Oh, por causa da divulgação de um vídeo onde o jogador aparece ao lado de Ousmane Dembélé cometendo um possível ato de xenofobia.

Antoine Griezmann era embaixador do Yu-Gi-Oh (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona)
Antoine Griezmann era embaixador do Yu-Gi-Oh (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona)
Foto: Lance!

O jogador negou que tenha sido preconceituoso ao brincar com uma equipe de técnicos de aparelhos eletrônicos que aparecem em um vídeo consertando a TV da dupla, em pré-temporada do Barcelona no Japão, em 2019.

- Nos últimos dias, certas pessoas quiseram me mostrar como alguém que não sou. Rejeito com firmeza as acusações feitas contra mim e lamento ter ofendido algum de meus amigos japoneses - escreveu o jogador nas redes sociais.

Mesmo negando, o jogador pediu desculpas, o que não foi suficiente para a Konami. Em comunicado, a empresa ainda cobrou um posicionamento do Barcelona, equipe com que a empresa mantém uma parceria e que faz parte do game de futebol PES.

- A Konami Digital Entertainment acredita, como é a filosofia dos esportes, que discriminação de qualquer tipo é inaceitável. Anteriormente, havíamos anunciado Antoine Griezmann como nosso embaixador de conteúdo de Yu-Gi-Oh!, mas, à luz dos eventos recentes, decidimos cancelar o contrato. Em relação à nossa franquia eFootball PES, vamos requerer que o Barcelona, como clube parceiro, esclareça os detalhes desse caso e suas futuras ações - declarou a Konami em comunicado oficial.

Veja o vídeo:

Lance!
Publicidade
Publicidade