PUBLICIDADE

Cristiano Ronaldo terá novo encontro com Atlético de Madrid e técnico se prepara para 'batalha'

Ingleses e espanhóis duelam nesta quarta-feira, às 17h, pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões

22 fev 2022 12h41
| atualizado às 12h41
ver comentários
Publicidade

O Manchester United sabe que a Liga dos Campeões é a única chance de buscar um título na temporada. Em um mata-mata com rivais de alto quilate, a equipe visita o Atlético de Madrid nesta quarta-feira, às 17h, preparada para uma batalha no Wanda Metropolitano. O técnico Ralf Rangnick preparou seu elenco para encarar um clima bastante hostil na Espanha.

"Precisamos nos preparar para uma atmosfera emocional, se não hostil. Alguns de nossos jogadores não serão recebidos com tapete vermelho", advertiu. "Amanhã temos que tentar obter o melhor resultado possível. Mas não será decidida amanhã, mas sim na volta em Old Trafford", afirmou o treinador. Cristiano Ronaldo é persona non grata para os torcedores do Atlético após tirar a chance de três conquistas do rival quando ainda defendia o Real Madrid e deve ser um dos mais 'perseguidos'.

Em busca de um resultado que deixe a decisão aberta ou bem encaminhada ao United, Rangnick revelou que terá um time em ótimas condições físicas. "Nos certificamos para que os jogadores se recuperassem nos últimos dias e talvez tenhamos algumas pernas frescas em campo."

Cavani, contudo, está vetado por causa de problema na virilha. "Edi (Cavani) não fará parte da viagem. Não treinou nas últimas semanas e não fará parte do grupo. Ele tem problemas com a virilha e não se sente capaz de correr totalmente, então não faz sentido levá-lo."

O técnico alemão elogia o oponente Diego Simeone, para ele, um treinador de características próprias, e diz que o Manchester United tem de igualar o rival em diversas qualidades de quiser passar de fase na Liga dos Campeões.

"Ele (Diego Simeone) ganhou troféus com uma identidade clara, com um estilo de jogo reconhecível. Eles são sempre um lado emocional e isso reflete o caráter do treinador. Diego Simeone é provavelmente um dos treinadores mais emocionais da Europa", disse. E completou: "Precisamos igualar os níveis de energia e emoção em ambos os jogos. Será físico, emocional e teremos de ser mentalmente fortes. Vou tentar preparar a nossa equipe para esse desafio."

Estadão
Publicidade
Publicidade