PUBLICIDADE

Aos 34 anos, Suárez festeja a marca de 500 gols: 'É um motivo para se sentir orgulhoso'

Atacante uruguaio atinge feito após garantir vitória do Atlético de Madrid sobre o Alavés, pelo Campeonato Espanhol, no fim de semana

22 mar 2021 10h31
| atualizado às 10h35
ver comentários
Publicidade

O atacante Luis Suárez, do Atlético de Madrid, festejou seu 500º gol na carreira, marcado neste domingo diante do Deportivo Alavés, pela 28ª rodada do Campeonato Espanhol. O gol garantiu a vitória por 1 a 0 para o time líder da competição nacional e entrou para a história da carreira o jogador uruguaio, dispensado do Barcelona na temporada passada.

Em sua primeira temporada pelo Atlético de Madrid, Suárez alcançou o 19º gol em 31 jogos disputados. O jogador aproveitou para agradecer a todas as equipes pelas quais passou em 16 anos de carreira. Foram 198 gols pelo Barcelona (time no qual é o terceiro maior goleador da história), 111 com o Ajax, 82 pelo Liverpool, 15 com o Groningen e 12 no Nacional de Montevidéu, equipe na qual estreou em maio de 2005. Além disso, o atacante marcou 63 gols pela seleção uruguaia, tornando-se o maior goleador da Celeste.

"Atingir esta marca de gols é motivo para se sentir orgulhoso. Fico muito feliz pela trajetória de minha carreira", disse o uruguaio de 34 anos. "Trata-se de um feito difícil, mas também importante, pois ajudou a equipe a conquistar mais uma vitória, neste momento muito lindo que estamos vivendo."

Apesar da vitória 'magra' frente ao Alavés, penúltimo colocado no Espanhol, Suárez destacou a importância pela conquista dos três pontos neste momento. O Atlético de Madrid soma 66 pontos, contra 62 do Barcelona e 60 do Real Madrid. "Uma eliminação na Liga dos Campeões é sempre muito dolorosa e sabíamos que este confronto seria chave para nos mantermos confiantes na disputa do título do Espanhol."

Suárez também lembrou do apoio dado pelos torcedores em todas as equipes pelas quais atuou na carreira e dos companheiros que o ajudaram a 'conquistar a Europa'. "Quando era garoto, tinha como sonho jogar em um time profissional, mas não esperava atingir este nível."

Estadão
Publicidade
Publicidade