0

Dono do time de Pato é preso na China e pode facilitar saída

7 jan 2019
12h40
atualizado às 14h25
  • separator
  • 0
  • comentários

Em operação policial por conta de acusações de propagandas falsas, Shu Yuhui, dono do Tianjin Quanjian, foi preso nesta semana na China. A equipe tem como destaque o atacante Alexandre Pato, além do meia-atacante Geuvânio, que retornou em janeiro do empréstimo ao Flamengo.

Foto: Reprodução

Segundo informações da agência Reuters, diversos veículos da cidade de Tianjin noticiaram que, além de Shu Yuhui, 17 outros diretores do grupo que administra a equipe chinesa foram presos. Fundado em 2004, o conglomerado abrange também uma rede de hospitais especializada no combate ao câncer, além de comercializar remédio e cosméticos de beleza.

Com a prisão dos dirigentes do grupo à frente do Tianjin Quanjian, existe a possibilidade da transferência de Alexandre Pato ser facilitada. O atacante tem contrato até o fim deste ano com o clube chinês e sua multa rescisória está fixada em 25 milhões de euros (cerca de R$ 105 milhões de reais). O time tem dificuldade para seu salário, que é um dos mais altos do elenco, o que também poderia abrir portas para sua saída.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade