PUBLICIDADE

Arsene Wenger apoia plano para que Copa do Mundo seja disputada a cada dois anos

5 jul 2021 11h50
| atualizado às 11h50
ver comentários
Publicidade

Nesta segunda-feira, em entrevista para o jornal alemão Kicker, Arsene Wenger demonstrou apoio a ideia de que a Copa do Mundo seja realizada a cada dois anos. A FIFA vem realizando um estudo para avaliar essa possibilidade, que entraria em prática apenas a partir de 2024, no que seria uma completa reformulação do calendário do futebol.

O ex-técnico do Arsenal argumentou que é necessário diminuir o número de partidas devido ao alto número de lesões dos jogadores.

"Nós queremos reduzir o número de jogos, isso é muito importante porque podemos ver a condição dos jogadores", afirmou.

"Eu sempre tive a sensação de que muitos períodos curtos de jogos de seleções não são favoráveis aos jogadores. São momentos de incerteza. Como os jogadores se sentem mentalmente afinal das contas? Vão voltar machucado? É exatamente isso que aconteceu com Robert Lewandowski, que se machucou com a Seleção Polonesa contra Andorra. Isso arruinou toda a campanha do Bayern na Liga dos Campeões", argumentou.

Wenger também apresentou o que seria uma solução para resolver os problemas mencionados e que os torcedores querem mais jogos eliminatórios e menos classificatórios.

"As seleções podem se reunir em outubro, jogar sete jogos classificatórios em um mês e então jogar as finais de um torneio em junho. Mais jogos eliminatórios e menos classificatórios. É isso que os torcedores querem", ressaltou.

"Nós garantimos um período de descanso após cada torneio. Pense assim: 2026 a Copa do Mundo nos Estados Unidos, Canadá e México; 2027 a Eurocopa e outros torneios continentais; 2028 outra Copa do Mundo, e assim por diante", completou.

Vale destacar que o plano também inclui as competições femininas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade