3 eventos ao vivo

Na volta de Messi, Argentina dá vexame e leva 3 da Venezuela

22 mar 2019
19h16
atualizado às 19h27
  • separator
  • comentários

A Argentina acrescentou mais um capítulo na sua galeria de vexames recentes. No retorno de Lionel Messi à seleção após a Copa da Rússia, o time comandado por Scaloni perdeu amistoso para a Venezuela, por 3 a 1, nesta sexta-feira, no Estádio Wanda Metropolitano em Madrid. Desorganizada, a equipe bicampeã do mundo deu espaço para os venezuelanos, que foram pontuais e construíram o resultado histórico.

Foto: Juan Medina / Reuters

A vitória foi apenas a segunda da história da Venezuela em 24 partidas contra a Argentina, que venceu 22 vezes no confronto. O retrospecto histórico, porém, é muito diferente dos resultados recentes. Nas eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2018, a seleção vinho-tinto já havia conquistado dois empates.

Melhor postada, a equipe venezuelana se aproveitou dos erros defensivos mostrados por um time argentino desentrosado e abriu boa vantagem ainda na primeira etapa, com gols de Rondón e Murrilo. Correndo atrás do placar, os bicampeões do mundo voltaram mais agressivos no segundo tempo, e chegaram a descontar com Lautaro Martínez, mas logo sofreram o terceiro tento da Venezuela, marcado por Josef Martínez, que deu números finais ao jogo.

A seleção argentina não tem boas recordações do estádio do Atlético de Madrid. Além da derrota de hoje, a equipe sul-americana já havia sido goleada pela espanhola, por 6 a 1, em 2018, em amistoso preparatório para a Copa do Mundo da Rússia, ainda sob comando de Jorge Sampaoli.

O jogo - Desorganizada, a Argentina não demorou para dar espaços ao time venezuelano. Logo aos cinco minutos de partida, a linha de três zagueiros vacilou e deu espaço para o experiente centro-avante Salomón Rondón após passe em profundidade de Roberto Rosales. O camisa 23 dominou a bola com tranquilidade e finalizou bem na frente de Franco Armani para abrir o marcador.

Com Messi isolado na criação de jogadas, os argentinos chegaram a criar chances, em duas finalizações de Lautaro Martínez, mas a bola não entrou. Do outro lado, aos 43 minutos, outro venezuelano brilhou se aproveitando da falta de atenção do time argentino. A equipe vinho-tinto cobrou rápido falta na entrada da área, Murillo recebeu a bola ainda sem marcação, cortou para o meio e acertou belo chute no canto direito da meta argentina. 2 a 0 no intervalo de jogo.

Na volta para a segunda etapa, os argentinos partiram para cima em busca de reverter a derrota. Pressionando os venezuelanos, Lautaro chegou aos seu gol. Aos 13 minutos, Messi fez grande jogada e tocou para Lo Celso, que recebeu dentro da área e rolou com precisão para o atacante da Inter de Milão, que só teve o trabalho de empurrar para a meta.

Melhor na partida, os argentinos seguiram crescendo na partida e quase empataram o jogo com Lautaro dois minutos depois. A equipe de Scaloni, porém, perdeu chances e deixou os venezuelanos chegarem mais uma vez. Aos 28 minutos, o atacante Josef Martínez sofreu falta do zagueiro Foyth dentro da área. O próprio camisa 17 foi para cobrança do pênalti e converteu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade