PUBLICIDADE

Goleiro da Argentina cita papelão e sensação amarga

Emiliano Martínez quebrou o silêncio após a suspensão da partida entre Brasil e Argentina, neste último domingo

6 set 2021 12h32
| atualizado às 12h53
ver comentários
Publicidade

O goleiro Emiliano Martínez quebrou o silêncio após a suspensão da partida entre Brasil e Argentina, neste último domingo. O jogador do Aston Villa, um dos atletas que não poderia atuar na partida, lamentou a situação e afirmou que os argentinos "tinham tudo" para vencer a partida em Itaquera.

Continuidade de Brasil x Argentina ainda está indefinida (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)
Continuidade de Brasil x Argentina ainda está indefinida (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)
Foto: LANCE!

"Não entendemos o que aconteceu. É algo que nunca se viu no futebol. É uma pena para o futebol sul-americano. Um jogo tão grande a nível mundial que está suspenso por essas coisas, não dá para entender", disse Martínez à imprensa, um pouco antes de embarcar para Croácia, onde vai realizar seu isolamento antes de voltar para o Aston Villa, da Inglaterra.

"Não entendíamos nada. Corriam boatos de que os jogadores que vieram da Premier não podiam jogar, mas teriam nos avisado quando chegássemos ao Brasil para que não houvesse essa confusão. Era simples, obviamente é uma pena porque tínhamos tudo para ganhar ganhar, estávamos confiantes, a equipa estava bem", continuou o goleiro argentino, que ainda disse que a suspensão do jogo se deu por "motivos políticos".

O jogador ainda falou de como ficou a situação entre os jogadores após a Anvisa determinar no gramado que o jogo seria paralisado. "Ficamos meia hora no vestiário para ver se íamos sair ou voltar ao campo. Aí nos disseram que tínhamos que ir e então bateu o desespero de ficarmos 14 dias com os outros jogadores da Inglaterra lá (Brasil). Foi um sentimento de incerteza", comentou.

"Não entendi o regulamento do Brasil. O mundo inteiro viu o que aconteceu. Era um jogo para se divertir, não para desempenhar esse papelão. Os quatro que vieram da Inglaterra decidiram vir pelo amor à camisa da Argentina. Por mais que os times da Premier não quisessem, decidimos viajar da mesma forma. Depois de vencer a Copa América, todos queriam estar no grupo. É algo lindo. São consequências."

Com cinco minutos de bola rolando para Brasil e Argentina, agentes da Anvisa entraram no gramado e paralisaram a partida. Quatro jogadores da seleção argentina, entre eles Martinez, teriam quebrado os protocolos de saúde do governo para entrar no Brasil.

Cristian Romero, Lo Celso, Martínez e Buendía jogam em clubes ingleses e, segundo recomendação do governo brasileiro, todos os que vierem do Reino Unido em direção ao Brasil, devem passar por 14 dias de quarentena, não cumprida por estes atletas.

A Conmebol anunciou que a partida está oficialmente suspensa e a Fifa informou que analisará o caso antes de tomar uma decisão final em relação ao jogo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade