PUBLICIDADE

Rafinha se desculpa por polêmica com brasileiros do Shakhtar

16 mar 2015 10h03
| atualizado às 10h40
ver comentários
Publicidade

O lateral direito Rafinha utilizou as redes sociais para se desculpar pelo mal entendido, segundo ele, com os brasileiros do Shakhtar Donetsk. Rivais nas oitavas de final da Liga dos Campeões, o jogador do Bayern de Munique teve um áudio vazado na internet, neste domingo, em que ele fazia duras críticas ao gaúchos que defendem a equipe ucraniana. Depois de xingar Fred, Taison, Douglas Costa e Luiz Adriano, Rafinha apareceu no Instagram para explicar que tudo não passava de uma brincadeira.

“Pessoal, estou aqui para dizer que tudo isso não passou de uma brincadeira entre uns amigos meus, e que entre nós tinha uma pessoa que agiu na maldade e mandou esses áudios, mas não mandou os outros que mostravam ser uma brincadeira... Já falei com o Douglas Costa do Shakhtar e expliquei tudo para ele. Sou homem para assumir que uma brincadeira se tornou essa história toda. Nunca tive problemas com ninguém no futebol. Só tenho amigos, graças à Deus. Peço desculpas a todos”, postou seu Instagram oficial.

 

Uma foto publicada por RAFINHA (@r_13official) em

No áudio, dividido em algumas partes, a bronca principal era com os gaúchos do clube ucraniano. "É inacreditável, com todo respeito aos gaúchos. Que molecada nojenta, pelo amor de Deus. Você sabe que o tal do Taison, do Fred e do tal do Luiz Adriano, outro bosta, falaram 'como que pode, um time comum desses? Não tem nada demais'. Falaram isso, que eles tinham chance de ganhar. Beleza, chance eles tinham, mas falar que é time comum em entrevista?!", questionou, antes de continuar.

"Olha o que o nosso querido e amado Douglas Costa vai falar pro Schweinsteiger: 'você quer falar o que, quem é você? O que você tem de bom, o que você quer falar para mim?' Agora quero uma opinião de vocês... O que um moleque desses tem na cabeça em falar uma coisa dessas?", criticou Rafinha.

Rafinha disparou contra Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk
Rafinha disparou contra Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk
Foto: Lennart Preiss / Getty Images

Após a goleada, Rafinha disse que Douglas Costa pediu a camisa do alemão Schweinsteiger e ouviu um "desabafo" do volante campeão do mundo.

"Acabou o jogo e o Douglas foi pedir pro Schweinsteiger a camisa. Mas é um bosta... Ele falou: 'não vou trocar não, você tem que me respeitar primeiro'. Saiu com uma cara de cachorro molhado, eu achei foi pouco. O duro é que fiquei com dó, porque ele foi com toda boa intenção para trocar a camisa, pensou que já tinha morrido a 'treta' e o Bastian falou que era pra respeitar. Todo mundo viu a cena. Eu fiquei com dó, mas vamos resumir: bem feito", completou.

"Esse moleques, vou te falar. Ao invés de ficar no sapato, são tudo bom jogador. O problema é que eles ganham dinheiro lá na Ucrânia, e tem bastante moral, não respeitam ninguém. Por isso que tomaram sete no rabo ontem... Cambada de corno", continuou Rafinha.

Sobrou também para Taison após a partida da Liga dos Campeões
Sobrou também para Taison após a partida da Liga dos Campeões
Foto: Lennart Preiss / Getty Images

"Não sei se vocês vão lembrar do Marlos, que jogava no Coritiba e no São Paulo? Está jogando lá também. Ele falou: "Rafinha, aqui é f... Um quer ser melhor que o outro, um compra relógio de 30, outro de 40, outro de 50 outro de 70 e assim vai. Disse que é uma guerra do caramba, que os moleques são f..., que os gaúchos são f... Gauchada folgada. Fernandão é sangue bom, mas vou falar a verdade, que gauchada folgada. Marlos falou que é guerra lá", finalizou, ainda acusando os atletas de serem "traíras" com Bernard, ex-Atlético-MG.

Sobre o pedido de Douglas Costa para trocar a camisa com Schweinsteiger, um vídeo também vazou na internet, no qual Rafinha aparece ao lado do alemão no vestiário da equipe rindo e dizendo que ele não entregaria a camisa para ninguém. No entanto, ainda não há confirmação de que o vídeo seja depois da mesma partida entre os clubes.

Rafinha e Schweinsteiger provocam brasileiros do Shakhtar:

Rafinha e os brasileiros do Shakhtar Donetks se encontraram duas vezes pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da atual temporada. Na primeira partida, na Ucrânia, a partida foi tensa, com muitos cartões e confusão entre os atletas, terminando empatada por 0 a 0. Na volta, na Alemanha, o Bayern de Munique não deu chance aos ucranianos e golearam por 7 a 0.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade