0

Guarda Municipal acabou com farra de Edmundo em Mangaratiba

Ex-jogador fazia festa pelos seus 50 anos com show ao vivo de música e desrespeitava decreto do município do litoral sul do Rio

5 abr 2021
09h49
atualizado às 10h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na noite de sexta-feira (2), enquanto desfrutava de uma festa em comemoração de seus 50 anos, o ex-jogador Edmundo, conhecido no futebol como “Animal”, foi surpreendido com a chegada de autoridades do município de Mangaratiba na mansão em que o evento era realizado. Após uma advertência verbal, ele encerrou a balada.

Edmundo teve festa interrompida por ação de guardas municipais e agentes da prefeitura de Mangaratiba-RJ no fim de semana
Edmundo teve festa interrompida por ação de guardas municipais e agentes da prefeitura de Mangaratiba-RJ no fim de semana
Foto: Reprodução Instagram

A operação reuniu em conjunto a Secretaria de Ordem Pública, a Guarda Municipal e a Secretaria de Saúde de Mangaratiba e a abordagem se deu por volta das 22h45. A equipe da prefeitura explicou que o decreto 4.453/21, publicado dia 24 de março, impedia eventos, mesmo privados, e proibia música ao vivo na cidade do litoral sul do Rio até 4 de abril.

A festa, com direito a show de funk, estava sendo realizada no Condomínio Sítio Bom, numa das áreas mais nobres da cidade. Começou na tarde de sexta e se estendia até boa parte da noite, quando houve a ação dos agentes da prefeitura, a partir de reclamações de vizinhos. Segundo o Terra apurou, nem Edmundo nem convidados ofereceram resistência.

Após a reprimenda, o volume do som foi abaixado e vários dos presentes decidiram ir embora. As autoridades locais tiveram de ser didáticas, explicando que o País vive numa pandemia que já ceifou a vida de mais de 300 mil pessoas. Por isso, devia ser priorizado o isolamento social, como constava no decreto assinado pelo prefeito de Mangaratiba, Alan Bombeiro.

Veja também:

Veja 20 jogadores do futebol paulista que estão com contrato no fim
Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade