PUBLICIDADE

Governo condena vaias a hino espanhol em final e pode punir

30 mai 2015
20h12 atualizado às 21h59
0comentários
20h12 atualizado às 21h59
Publicidade

Os ideais separatistas de bascos e catalães resultaram em muitas vaias na hora da execução do hino nacional espanhol neste sábado, no Camp Nou, antes de o Barcelona derrotar o Athletic Bilbao por 3 a 1 na final da Copa do Rei. A situação causou revolta no governo da Espanha.

Em comunicado publicado após o jogo, o governo espanhol condenou "os ataques contra os símbolos que representam o conjunto dos espanhóis, a democracia que os ampara e a convivência que compartilham".

Torcida catalã se uniu à basca para vaiar o hino espanhol na final da Copa do Rei
Torcida catalã se uniu à basca para vaiar o hino espanhol na final da Copa do Rei
Foto: Quique Garcia / AFP

Além disso, o governo considerou o ato "uma manifestação de intolerância que busca a repercussão pública, aproveitando um espetáculo esportivo de que todos os espanhóis têm direito de desfrutar sem o protesto e a perturbação que alguns querem impor".

As vaias, de fato, causaram grande constrangimento nas autoridades presentes no Camp Nou - entre elas, o rei Filipe VI, que pela primeira vez entregou o troféu do torneio ao campeão - e até em alguns jogadores.

O governo espanhol ainda admitiu a possibilidade de haver uma sanção, que só seria anunciada pela Comissão Estatal contra a violência na segunda-feira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade