11 eventos ao vivo

Flamenguistas veem título próximo, mas já falam sobre River Plate: 'Jogo do ano'

Time de Jorge Jesus pode ser campeã do Brasileirão e da Libertadores no próximo final de semana

17 nov 2019
19h34
atualizado às 19h34
  • separator
  • 0
  • comentários

A vitória por 1 a 0 diante do Grêmio, neste domingo, em Porto Alegre, fez o Flamengo encaminhar o título do Campeonato Brasileiro, que poderá sair no próximo final de semana em caso de tropeço do Palmeiras. No entanto, os jogadores mostraram que a cabeça já está no River Plate, na decisão da Copa Libertadores, no próximo sábado, no Peru.

"O importante agora é descansar porque chegou a hora do jogo do ano. Precisamos estar preparados fisicamente e mentalmente para essa decisão", disse o uruguaio Arrascaeta, que também analisou o desempenho do time contra o Grêmio. "Foi um jogo difícil, o Grêmio é uma equipe muito forte, mas fomos felizes e conseguimos a vitória", concluiu.

Voltando ao time titular, após uma grave lesão, o meia Diego também não deixou passar a expectativa do duelo contra o River Plate. "Com todo respeito ao River, a equipe está preparada. Fizemos nosso melhor para chegar na final e estamos prontos para fazer um grande jogo e conquistar esse tão sonhado título", comentou.

Diego minimizou o fato do Flamengo poder ser campeão no próximo final de semana. "Nos concentramos para fazer a nossa parte. Estamos sabendo controlar essa expectativa. Nosso objetivo sempre foi o título. Hoje (domingo) demos um passo importante, mas temos uma final pela frente. Depois a gente vê o que vai acontecer com o Palmeiras", concluiu.

Ele ainda comemorou o fato de ter voltado a disputar uma partida como titular, o que não acontecia desde o jogo contra o Emelec, pela Libertadores, em maio, quando sofreu a lesão. "Foi uma grande realização, ainda mais por tudo que aconteceu. Tivemos um jogo duro, contra um adversário muito difícil. Mas superamos as dificuldades. A equipe correspondeu muito bem", finalizou.

Com a vitória sobre o Grêmio, o Flamengo quebrou um tabu de 25 anos sem vencer o rival em Porto Alegre, em jogos pelo Brasileirão. Além disso, viu a diferença para o Palmeiras subir para 13 pontos. O time carioca soma 81, contra 68 do clube alviverde.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade