PUBLICIDADE

Campeonato Paulista

Patrocínio Logo do patrocinador

Palmeiras reverte vantagem, bate Santos e conquista o tri do Paulista após 90 anos

O Verdão conquistou três títulos seguidos uma única vez, ainda quando era chamado de Palestra Itália, em 1932, 1933 e 1934.

7 abr 2024 - 20h03
(atualizado às 21h04)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O Palmeiras conseguiu reverter a vantagem do Santos, marcando dois gols e conquistando o Campeonato Paulista pela terceira vez consecutiva.
Veiga
Veiga
Foto: ETTORE CHIEREGUINI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Palmeiras conseguiu reverter a vantagem do Santos, adquirida no primeiro jogo da final, e conquistou o Campeonato Paulista pela terceira vez consecutiva.  O Verdão venceu três títulos Estaduais seguidos uma única vez, ainda quando era chamado de Palestra Itália, em 1932, 1933 e 1934.

Raphael Veiga, de pênalti, marcado pelo árbitro Raphael Claus com a ajuda do VAR, e Aníbal Moreno, marcaram os gols da vitória por 2 a 0. 

Como foi o jogo entre Palmeiras e Santos?

Precisando reverter o resultado negativo por 1 a 0 no jogo de ida, Palmeiras começou a partida em cima de defesa do Santos, buscando rapidamente abrir o placar. Aos nove minutos, Gil se posicionou em cima da linha de gol e evitou que o Palmeiras abrisse o placar ao tirar de cabeça um forte chute de Mayke.

O Santos, ainda tímido, foi ficando mais com a posse de bola, até conseguir levar perigo. Pituca arriscou de longe, em chute bem defendido por Weverton.

O gol do Palmeiras saiu depois de uma falha da defesa santista e da interferência do VAR. Weverton bateu o tiro de meta direto para Endrick. O camsia 9 conseguiu encontrar espaço entre Felipe Jonatan e João Paulo, mas caiu na área. O árbitro Raphael Claus não marcou, mas voltou atrás após uma longa análise do VAR. Raphael Veiga bateu e marcou.

O Palmeiras manteve a pressão depois do gol e teve boas oportunidades de ampliar nos minutos finais do primeiro tempo, mas o 1 a 0 se manteve até o intervalo de jogo.

As equipes voltaram para o segundo tempo mais animadas. Logo aos dois minutos, Otero arriscou uma cobrança de falta, de muito longe, direta para o gol e obrigou Weverton a fazer uma boa defesa. A resposta do Palmeiras surgiu com um contragolpe de Endrick. Acionado em velocidade, o camisa 9 puxou a marcação, tocou para Aníbal, que finalizou por cima. 

Aos 5', Flaco López levou na linha de fundo e cruzou para o meio da área, a bola atravesoua toda a área sem que ninguém tocasse nela. O Peixe respondeu com uma jogada em velocidade de Guilherme que invadiu a área, ficou cara a cara com Weverton e chutou em cima do goleiro palmeirense. Piquerez ainda levou perigo em chute forte. 

Otero quase empatou. Em uma grande jogada dentro da área, o camisa 11 finalizou a primeira vez, a bola pegou em Murilo. Ela sobrou para o venezuelano, que chutou novamente, mas Mayke salvou em cima da linha. 

Até que aos 21 minutos, Aníbal fez o segundo alviverde. Endrick roubou a bola na intermediária e Flaco López foi acionado. O argentino tentou um cruzamento, a bola ficou com Luis Guilherme, que deixou Piaquerez cruzar. Flaco testou para a pequena área, onde estava o volante palmeirense, para só empurrar às redes. 

O Santos tentou uma pressão final em busca de diminuir o placar e levar para os pênaltis, mas o Alviverde conseguiu se segurar e conquistar o título.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade