PUBLICIDADE

Campeonato Carioca

Bonsucesso x São Cristóvão é suspenso por briga e invasão de estádio

O primeiro jogo da semifinal da Série B2 do Carioca, entre Bonsucesso e São Cristóvão, acabou suspenso no último domingo.

27 nov 2023 - 16h28
(atualizado às 16h28)
Compartilhar
Exibir comentários
Bonsucesso e São Cristóvão jogam pelo semifinal do Carioca B2 (FOTO: Wandré Silva/Bonsucesso FC)
Bonsucesso e São Cristóvão jogam pelo semifinal do Carioca B2 (FOTO: Wandré Silva/Bonsucesso FC)
Foto: Esporte News Mundo

O primeiro jogo da semifinal da Série B2 do Carioca, entre Bonsucesso e São Cristóvão, acabou suspenso no último domingo. Uma grande confusão nos arredores do Estádio Leônidas da Silva, que gerou uma invasão, paralisou o jogo aos 17 minutos do segundo tempo e posteriormente, a suspensão. Pelo menos três pessoas ficaram feridas e a ambulância precisou socorrê-las. Por falta de luz natural, o jogo não seguiu, mas a Ferj ainda não se pronunciou sobre uma nova data.

Torcedores do São Cristóvão tentaram invadir o estádio através da entrada principal. Eles atiraram pedras e até fogos de artifício para dentro das dependências do clube. Na confusão, pelo menos dois torcedores do Cesso ficaram feridos e tiveram que ser socorridos pela ambulância que estava dentro de campo.

Quem estava na arquibancada se assustou quando torcedores pediram a paralisação da partida devido à invasão. De fato, o árbitro parou o jogo. Os invasores fugiram, gerando correria e pânico em quem passava na Teixeira de Castro. A Polícia Militar buscou os vândalos, que teriam se escondido em um bar, mas não há confirmação de sua captura.

Nota da Ferj

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro lamenta os episódios de conflitos e violência ocorridos do lado externo do Estádio Leônidas da Silva, por ocasião da partida entre Bonsucesso FC x São Cristóvão Futebol e Regatas e, segundo relatos de policiais militares que atuaram no controle da situação, o portão do clube foi arrombado e pedras e rojões atirados para dentro da área social. Houve feridos que foram levados para o interior do estádio para receberem os primeiros socorros e, posteriormente, conduzidos para unidade hospitalar pela ambulância presente.

Por medida de precaução, a FERJ, em conjunto com os capitães de cada equipe, optaram pela suspensão da partida aos 17 minutos do segundo tempo.

A FERJ enviou representante às unidades hospitalares para onde os dois feridos foram encaminhados, recebendo informações de que ambos foram atendidos e liberados.

A FERJ pugna pela paz, repudia atos de violência no futebol, sejam nos estádios ou fora deles, e clama por punições severas sobre aqueles que não reconhece como torcedores.

Tão logo receba e analise o relatório do Delegado, do Árbitro e da Policia Militar, serão adotadas as medidas pertinentes para o caso.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade