0

Entenda como vai funcionar o sorteio das oitavas de final da Libertadores

Na próxima segunda-feira os seis brasileiros restantes no torneio vão conhecer quem serão os próximos adversários

9 mai 2019
15h49
atualizado às 23h59
  • separator
  • comentários

As oitavas de final da Copa Libertadores podem ter confrontos entre equipes brasileiras. Com a classificação garantida de seis representantes do País para a próxima fase, a expectativa é saber qual será o resultado do sorteio da próxima segunda-feira, às 20h30, no Paraguai, quando serão definidos os cruzamentos entre os 16 times restantes na competição. A Fox Sports vai transmitir a definição dos confrontos.

O sorteio para decidir os confrontos terá um método simples: os oito campeões de cada grupo estarão em um pote e os oito segundo colocados estarão em outro. Cada um dos oito confrontos vai reunir times divididos nesses dois diferentes recipientes. Mesmo clubes que tenham sido adversários na fase de grupos podem se enfrentar novamente. Na segunda-feira a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) também vai definir os confrontos das etapas futuras da competição.

Dos brasileiros, Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo e Inter avançaram na primeira posição, enquanto o Grêmio e Athletico-PR se classificaram como segundo colocados. As oitavas de final da Libertadores serão somente no fim de julho, depois da realização da Copa América.

Garantidos na primeira posição

Inter, Cruzeiro, Flamengo, Cerro Porteño, Palmeiras, Libertad, Olímpia e Boca Juniors

Garantidos na segunda posição

River Plate, Emelec, LDU, Nacional (URU), Athletico-PR, San Lorenzo, Godoy Cruz e Grêmio

Situação dos times brasileiros classificados

Palmeiras

O time do técnico Luiz Felipe Scolari bateu o San Lorenzo por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Allianz Parque, e garantiu o primeiro lugar geral da primeira fase. Isso dá ao Palmeiras o direito de jogar sempre em casa na segunda partida do mata-mata, seja as oitavas de final ou outra fase mais adiante. No ano passado o clube foi semifinalista da competição.

Cruzeiro

A equipe mineira perdeu a invencibilidade na Libertadores ao perder por 2 a 1 para o Emelec, no Mineirão. Apesar disso, avançou com a segunda melhor campanha de toda a fase de grupos, com cinco vitórias e uma derrota em seis rodadas. Bicampeão da Libertadores, o Cruzeiro caiu nas quartas de final do ano passado e na fase final deste ano, só não decidirá um confronto em casa se tiver de enfrentar o Palmeiras.

Flamengo

O clube carioca garantiu a vaga ao empatar sem gols com o Peñarol, em Montevidéu. O Flamengo foi o primeiro colocado do grupo D com os mesmos dez pontos da LDU, porém com saldo de gols melhor. Campeão em 1981, o time rubro-negro terá o direito de jogar a segunda partida das oitavas de final no Maracanã. No ano passado o time deu adeus à competição justamente nesta etapa da competição.

Athletico-PR

O Furacão perdeu para o Boca Juniors nesta quinta-feira, na Bombonera, por 2 a 1, e terminou na segunda colocação da chave. O técnico Tiago Nunes mantém a base da equipe campeã da Copa Sul-Americana, agora reforçada pelo argentino Marco Rúben. A goleada por 3 a 0 diante do Boca no primeiro turno mostrou que o time pode sonhar alto nesta Libertadores.

Athletico-PR está garantido nas oitavas de final da Libertadores
Athletico-PR está garantido nas oitavas de final da Libertadores
Foto: Miguel Locatteli/Divulgação / Estadão

Internacional

O Colorado acabou a fase de grupos como único brasileiro invicto na Libertadores. Assim, o time teve uma das melhores campanhas da etapa classificatória. Destaque para o bom desempenho nos dois jogos contra o atual campeão River Plate. Para a fase mata-mata, a torcida aposta alto em Paolo Guerrero. Após cumprir suspensão por doping, o atacante peruano retornou aos gramados em abril e tem sido peça fundamental na engrenagem da equipe. A expectativa é de que no segundo semestre, com mais ritmo de jogo, Guerrero possa se ainda mais decisivo.

Grêmio

Após fazer três jogos ruins no início da sua trajetória na Libertadores, o cumpriu a missão de avançar à fase mata-mata com vitória sobre a Universidad Católica. O time gaúcho fez uma campanha de recuperação no torneio com as três vitórias consecutivas e cumpriu a promessa feito aos torcedores pelo técnico Renato Gaúcho. O impressionante poder de reação recoloca o Grêmio como um dos fortes candidatos ao título. Renato tem um elenco com boa opções para enfrentar qualquer adversário em condições de igualdade.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade