1 evento ao vivo

Em jogo fraco e com poucas emoções, Guarani e Ponte Preta ficam no 0 a 0 no dérbi

Equipe alviverde, que jogou em seu estádio, não vence o maior rival desde o Campeonato Paulista de 2012

9 nov 2019
19h31
atualizado às 19h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um jogo de transpiração, mas de pouca criatividade e emoção. É assim que pode ser resumido o dérbi 195 entre Guarani e Ponte Preta, realizado na tarde deste sábado, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, pela 34.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Desta forma, o duelo acabou terminando empatado por 0 a 0.

Sem maiores pretensões no torneio, a Ponte Preta chegou ao sétimo jogo seguido sem vitória, mas, ao mesmo tempo, alcançou o sexto confronto de invencibilidade diante do seu maior rival. A última vitória bugrina no tradicional dérbi campineiro ocorreu no dia 24 de março de 2012, na semifinal do Campeonato Paulista.

Torcida do Guarani fez bonita festa para recepcionar os jogadores do clube antes de clássico com a Ponte Preta. Confusão com a PM começou após desembarque dos atletas do ônibus
Torcida do Guarani fez bonita festa para recepcionar os jogadores do clube antes de clássico com a Ponte Preta. Confusão com a PM começou após desembarque dos atletas do ônibus
Foto: Twitter Oficial / Guarani / Estadão

Com 44 pontos, a Ponte está na 11.ª colocação e apenas cumprirá tabela nas quatro últimas rodadas da Série B. Enquanto isso, o Guarani é o 14.º, com 40, e ainda não se livrou do risco de rebaixamento, embora ele seja pequeno. A diferença para o Figueirense, que hoje encabeça o grupo dos últimos quatro, é de cinco pontos.

No clássico deste sábado, a primeira chance foi criada logo no primeiro minuto. A zaga bugrina saiu jogando errado e a bola sobrou para Camilo chutar rasteiro. Jefferson Paulino defendeu com segurança. A resposta do Guarani veio com Michael Douglas, que desviou fraco nas mãos de Ivan.

Aos 13 minutos, Lucas Crispim finalizou e o goleiro pontepretano fez grande defesa. Na sequência, Renato Cajá tabelou com Roger e bateu para defesa de Jefferson Paulino. Depois do jogo ficar concentrado no meio-campo, só foi surgir um lance de perigo aos 33 minutos.

Thallyson cruzou e Michael Douglas cabeceou com perigo pra fora. Na melhor oportunidade do primeiro tempo, Rondinally cabeceou e Ivan fez grande defesa. Aos 43, Arthur Rezende cobrou falta por cima da barreira e a bola passou raspando a trave.

Os dois times voltaram sem mudanças do intervalo. Logo aos seis minutos, Roger bateu de virada e Jefferson Paulino espalmou para escanteio. Apesar de ter mais posse de bola, o Guarani encontrava dificuldades para escapar da marcação pontepretana.

Não é a toa que o jogo ficou concentrado no meio-campo, sem lances de perigo para ambos os lados. Os mais de 12 mil bugrinos presentes no Brinco de Ouro da Princesa começaram a empurrar o time e o jogo ficou nervoso, com muitos erros de passe.

Aos 43 minutos, Ricardinho desarmou no meio de campo e finalizou com perigo para fora. Os jogadores bugrinos reclamaram de uma falta marcada pelo árbitro e Luiz Gustavo, que já havia sido substituído, levou o segundo amarelo e foi expulso. Depois disso, o jogo terminou sem nenhum lance de perigo.

O Guarani volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Vila Nova, às 19h15, no Serra Dourada, em Goiânia (GO), enquanto a Ponte Preta recebe o Figueirense na terça-feira, às 20h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Os jogos serão válidos pela 35.ª rodada da Série B.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 X 0 PONTE PRETA

GUARANI - Jefferson Paulino; Lenon, Bruno Silva, Diego Giaretta e Thallyson; Luiz Gustavo (Ricardinho), Arthur Rezende, Rondinelly e Lucas Crispim (Renanzinho); Davó e Michel Douglas (Diego Cardoso). Técnico: Thiago Carpini.

PONTE PRETA - Ivan; Edilson, Airton (Henrique Trevisan), Renan Fonseca e Guilherme Guedes; Washington, Camilo, Lucas Mineiro (Araos) e Renato Cajá (Vico); Marquinhos e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

CARTÕES AMARELOS - Lucas Mineiro (Ponte Preta).

CARTÃO VERMELHO - Luiz Gustavo (Guarani).

RENDA - R$ 181.150,00.

PÚBLICO - 12.607 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade