PUBLICIDADE

Em estreia de Diego Aguirre, Internacional vence Chapecoense

A equipe gaúcha venceu a partida por 2 a 1 e garantiu os três pontos, na reestreia de Diego Aguirre como técnico

24 jun 2021 21h02
| atualizado às 21h24
ver comentários
Publicidade
Foto: Estadão Conteúdo / Liamara Polli

Mais um jogo movimentou o futebol brasileiro. Pela 6ª rodada do Brasileirão Série A, o Internacional foi até a Arena Condá, em Chapecó-SC, onde enfrentou a Chapecoense. Na reestreia de Diego Aguirre como técnico do Internacional, a equipe gaúcha levou a melhor, por 2 a 1, e saiu com três pontos nesta quinta-feira, 24.

Depois da partida, o Internacional volta a campo no próximo domingo, 27. A equipe enfrenta o América-MG, no Independência. Enquanto isso, a Chapecoense encara o Athletico, no mesmo dia. As equipes se encontram na Arena da Baixada.

Com o Internacional entrando em campo com algumas mudanças, principalmente na defesa, o primeiro gol da era Aguirre saiu aos 6. Patrick tocou para Yuri, que acionou Mauricio. Caio Vidal ficou com a bola, mandando uma bomba para a meta de João Paulo.

A Chapecoense ficou perdida dentro de campo, ainda mais com o gol que levou no acender das luzes. Enquanto isso, o Inter apenas tentava criar espaços para atacar os donos da casa. A primeira chegada dos mandantes aconteceu aos 20. Ravanelli cobrou falta na cabeça de Felipe Santana, que mandou para fora.

O Internacional seguiu atacando e foi buscar seu segundo tento na partida. Aos 22, Yuri Alberto mandou para Maurício, que chutou. João Paulo fez um milagre e defendeu a bola. Contudo, Yuri só foi brilhar aos 34. Na jogada, Edenilson tocou para Patrick, que driblou o marcador e mandou para o atacante. O camisa 11 avançou e aproveitou para deslocar o goleiro da Chapecoense, mandando para o fundo das redes. 2 a 0.

Se a Chapecoense pouco assustou na primeira etapa, na volta do intervalo correu atrás do prejuízo. Logo aos 3, Anselmo Ramon recebeu cruzamento da esquerda, cabeceando para a defesa de Daniel. Na sequência, como resposta, Yuri tentou o terceiro do Inter, mas o goleiro João Paulo defendeu.

O gol dos catarinenses saiu aos 9. Ravanelli cobrou falta na cabeça de Derlan, que mandou para o fundo das redes coloradas. 2 a 1. O Colorado tentou a reação com Léo Borges, que recebeu na esquerda e cruzou, mas a bola foi na trave.

O Internacional seguiu na pressão, procurando o seu terceiro gol. Assim, aos 21, Mauricio recebeu na intermediária e arriscou, carimbando o travessão. Seis minutos depois, em cruzamento da direita, Bruno Silva chegou por trás, cabeceando. Contudo, mandou para fora. Como resposta, os gaúchos apareceram com Yuri, que andou para defesa de João Paulo. No rebote, Patrick arriscou, mas o goleiro da Chapecoense brilhou.

Aos 30, foi a vez de Johnny, que recebeu de Patrick, assustar. O volante, porém, mandou para fora. A resposta da Chapecoense aconteceu dois minutos depois, com Ravanelli, em cobrança de falta. Na sequência, foi Ignácio recebeu de Ravanelli, mas Daniel defendeu. Patrick, no apagar das luzes, não teve força para encerrar o marcador.

No final da etapa, por briga na frente da área do Inter, Bruno Silva desferiu um soco na cara de Caio Vidal e foi expulso. Danilo Fernandes, por dar um chute no atacante da Chapecoense, levou o vermelho. Sem outros perigos, o duelo terminou no 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

Chapecoense 1 x 2 Internacional

Local: Arena Condá, em Chapecó

Data/Horário: 24 de junho de 2021 (quinta-feira), às 19h

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus

Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa

Cartões amarelos: Derlan e Ronei (Chapecoense); Zé Gabriel, Caio Vidal e Edenílson (Internacional)

Cartões vermelhos: Bruno Silva (Chapecoense); Caio Vidal e Danilo Fernandes (Internacional)

Gols: Derlan (9'/2ºT) (1-2) (Chapecoense); Caio Vidal (6'/1ºT) (0-1), Yuri Alberto (34'/1ºT) (0-2) (Internacional)

Chapecoense: João Paulo; Matheus Ribeiro, Ignácio, Felipe Santana e Derlan (Foguinho, 33'/2ºT); Ronei (Bruno Silva, 0'/2ºT), Guedes (Felipe Baxola, 19'/2ºT), Fernandinho, Lima e Ravanelli; Anselmo Ramon (Perotti, 18'/2ºT). Técnico: Jair Ventura.

Internacional: Daniel; Zé Gabriel (Léo Borges, 10'/2ºT), Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Heitor; Rodrigo Dourado (Johnny, 10'/2ºT), Edenilson, Caio Vidal (Vinicius Mello, 48'/2ºT), Mauricio (Rodrigo Lindoso, 29'/2ºT) e Patrick; Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Lance!
Publicidade
Publicidade