PUBLICIDADE

De virada, Ceará vence o Fortaleza no Clássico-Rei pelo Brasileirão

O Leão do Pici abriu o placar no início da partida, mas tomou o empate ainda no primeiro tempo e a virada na reta final da etapa complementar

1 ago 2021 22h48
| atualizado em 2/8/2021 às 01h12
ver comentários
Publicidade

Em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A na Arena Castelão, o Ceará venceu o Fortaleza por 3 a 1, de virada. O Leão do Pici abriu o marcador na primeira etapa com Tinga, após rebote do goleiro Richard. Ainda na etapa inicial, Kelvyn igualou o placar. A virada veio já na reta final do segundo tempo com Cléber e Rick. Com o resultado, o Ceará foi para 22 pontos, permanece na 7ª colocação, mas encosta no G6. Já o Fortaleza estaciona na terceira posição, com 27 pontos ganhos.

CALENDÁRIO

Na próxima rodada, o Fortaleza visita o Palmeiras, no Allianz Parque, no sábado dia 7 de agosto. Já o Ceará vai enfrentar o Atlético-GO, na Arena Castelão, no domingo. Ambas as partidas são válidas pela 15ª rodada do Brasileirão 2021.

O jogo

PRIMEIROS 15 MINUTOS DE PRESSÃO DO FORTALEZA E GOL

O Fortaleza começou a partida fazendo uma pressão gigantesca em cima do Ceará. Nos primeiros 15 minutos foram seis finalizações do Leão do Pici contra zero do Vozão. aA pressão inicial deu resultado e o time comandado pelo treinador argentino Juan Vojvoda abriu o marcador.

Aos dez minutos, após cobrança de escanteio, Benevenuto conseguiu cabecear. O goleiro Richard defendeu, mas a bola sobrou na área. Tinga estava esperto na jogada e aproveitou o rebote para fazer: 1 a 0 para o Fortaleza.

Ceará derrotou o Fortaleza em clássico (Foto: Felipe Santos / Ceará SC)
Ceará derrotou o Fortaleza em clássico (Foto: Felipe Santos / Ceará SC)
Foto: Lance!

FORTALEZA PERDE CHANCES; CEARÁ APROVEITA E EMPATA

Mesmo em vantagem no placar, o Fortaleza continuou em cima do Ceará e criando boas oportunidades para marcar. Como o Leão do Pici não aproveitou a superioridade na partida para ampliar o placar, o Vozão foi lá e empatou o jogo.

Lima desceu pelo lado direito e cruzou rasteiro para o meio da área. Como o goleiro Felipe Alves não conseguiu tirar, Kelvyn estava ligado na jogada e conseguiu desviar para fundo da rede e empatar: 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO

COMEÇO COM OS DOIS TIMES BUSCANDO O GOL

A etapa complementar começou com os dois times buscando o gol sem medo de ser feliz. Na oportunidade criada pelo Fortaleza, Richard fez ótima defesa em chute de Matheus Vargas. Já o Ceará quase chegou ao gol de forma curiosa. Após bola recuada, Felipe Alves acabou furando na hora do chute e quase ele tomou um frangaço.

TÉCNICOS MEXEM NOS TIMES E CEARÁ CRESCE NO JOGO

O jogo caiu um pouco de rendimento e os treinadores começaram a mexer nos times. O Fortaleza continuou buscando o gol, mas quem melhorou mesmo com as alterações foi o Ceará, que começou a buscar o gol de forma mais intensa.

CEARÁ MARCA DOIS GOLS EM CINCO MINUTOS E MATA O JOGO

Melhor na partida, o Ceará achou o seu merecido gol da virada aos 35 minutos da etapa final. Após cruzamento na área, Cléber subiu mais que todo mundo e conseguiu acertar uma cabeçada fulminante para virar o jogo: 2 a 1. O VAR ainda analisou o lance para ver se não tinha nenhuma irregularidade, mas acabou validando.

O Fortaleza não teve nem tempo para respirar e já tomou o terceiro gol. Rick faz uma linda jogada pelo lado direito deixando dois adversários para trás. Na saída do goleiro, ele bateu por baixo das pernas de Felipe Alves e deu números finais ao Clássico-Rei: 3 a 1 Ceará.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 3 X 1 FORTALEZA

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Data e hora: 1º/08/2021 - 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)

Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Brigida Cirilo Ferreira (AL)

VAR: Rafael Traci (SC)

Cartões amarelos: Marlon e Gabriel Lacerda (CEA); Matheus Vargas, David e Titi (FOR)

Cartões vermelhos:

Gols: Tinga, aos 10'/1ºT (FOR) 0-1, Kelvyn, aos 36'/1ºT (CEA) 1-1; Cléber, aos 35'/2ºT (CEA) 2-1 e Rick, aos 40'/2ºT (CEA) 3-1.

CEARÁ (Técnico: Guto Ferreira)

Richard; Marlon (Buiú, aos 10'/2ºT), Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco; Willian Oliveira (Fabinho, no intervalo), Fernando Sobral, Vina (Jorginho, 33'/2ºT), Kelvyn (Cléber, no intervalo) e Lima; Mendoza (Rick, aos 25'/2ºT).

FORTALEZA (Técnico: Juan Pablo Vojvoda)

Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi (Igor Torres, 43'/2ºT); Yago Pikachu, Matheus Jussa, Éderson (Felipe, aos 15'/2ºT), Matheus Vargas (Romarinho, aos 25'/2ºT) e Lucas Crispim; David (Luiz Henrique, 43'/2ºT) e Robson (Wellington Paulista, aos 15'/2ºT).

Lance!
Publicidade
Publicidade