1 evento ao vivo

Cuiabá volta a ganhar, bate Oeste por 2 a 0 e segue na briga pelo G-4 da Série B

Equipe mato-grossense vence uma partida após quatro jogos e ganhou duas posições na tabela

21 set 2019
21h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Após quatro jogos longe das vitórias, o Cuiabá voltou a conquistar um resultado positivo para se manter na briga pelo G-4 - a zona de acesso - do Campeonato Brasileiro da Série B. Na Arena Pantanal, em Cuiabá, o time mato-grossense fez jus ao fator casa e não teve problemas para vencer o Oeste pelo placar de 2 a 0, pela 23.ª rodada. Ednei e Rodolfo, de pênalti, marcaram os dois gols do duelo, ambos no primeiro tempo.

Com o resultado, o Cuiabá ganhou duas posições na tabela de classificação e agora aparece na sétima colocação com 35 pontos - um atrás do quarto colocado CRB, que é o primeiro time dentro da zona de acesso. Enquanto isso, o Oeste vive uma situação totalmente diferente porque voltou a ser derrotado após duas vitórias seguidas. Com 26 pontos, a equipe paulista aparece na 14.ª colocação e está a apenas dois da zona de rebaixamento.

A partida começou bastante truncada no meio de campo, com as duas equipes trocando passes e buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário. Tanto que a primeira chance real de gol aconteceu apenas aos 28 minutos. Toty avançou pela direita e cruzou para Rodolfo, que testou firme, mas a bola explodiu na trave, perdendo uma grande chance para o Cuiabá.

No lance seguinte, porém, os donos da casa conseguiram tirar o zero do placar. Anderson Conceição invadiu a área e foi puxado pelo zagueiro Caetano. Ligado no lance, o árbitro marcou pênalti. Rodolfo foi para a cobrança e não desperdiçou, chutando no meio do gol. Depois disso, o Cuiabá não perdeu tempo e dois minutos depois ampliou. Paulinho cobrou falta na área e encontrou Ednei, que raspou de cabeça e mandou a bola para o fundo das redes.

Nos minutos finais, o Oeste tentou responder e criou duas boas chances com Mazinho e Thiaguinho, mas o primeiro tempo terminou mesmo com a vitória parcial do mandante.

Na segunda etapa, o Oeste voltou focado em diminuir o marcador para quem sabe chegar ao empate e fez pressão na área adversária. Logo aos dois minutos, Alyson fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área, limpou os marcadores e chutou firme, mesmo sem ângulo, obrigando o goleiro Victor Souza a se esticar todo para fazer a defesa.

Aos 10 minutos foi a vez de Cicinho ter uma boa chance. Mazinho apareceu na linha de fundo e rolou para trás. O lateral-direito chegou chutando, mas a bola acabou saindo por cima do gol.

A partir daí, o ritmo do time visitante caiu um pouco e o duelo voltou a ficar equilibrado no meio de campo. Tanto que muitas faltas aconteceram e cinco jogadores receberam cartões amarelos. Nas jogadas de ataque, enquanto o Oeste buscava o gol de honra, o Cuiabá tentava segurar a bola perto do gol adversário para assegurar a vitória. E assim aconteceu até o apito final.

O Oeste já volta a campo nesta terça-feira, quando faz um duelo paulista contra o São Bento, na Arena Barueri, em Barueri (SP), às 20h30. Já o Cuiabá teve o seu jogo pela 24.ª rodada contra o Coritiba adiado por conta das más condições do gramado da Arena Pantanal. Uma nova data deve ser marcada em breve pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

FICHA TÉCNICA:

CUIABÁ 2 x 0 OESTE

CUIABÁ - Victor Souza; Toty, Ednei, Anderson Conceição e Paulinho; Escobar, Moisés (Marino) e Mateus Anderson; Felipe Marques (Lucas Braga), Júnior Todinho e Rodolfo (Escudeiro). Técnico: Itamar Schulle.

OESTE - Luis Carlos; Cicinho (Bruno Gonçalves), Cléber Reis, Caetano e Alyson; Thiaguinho, Matheus Jussa e Mazinho (Cesinha); Bruno Lopes (Elvis), Fábio e Roberto. Técnico: Renan Freitas.

GOLS - Rodolfo (pênalti), aos 31, e Ednei, aos 33 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Escobar e Escudeiro (Cuiabá); Alyson, Caetano, Cicinho, Leandro Melo e Matheus Jussa (Oeste).

ÁRBITRO - Grazianni Maciel Rocha (RJ).

RENDA - R$ 36.605,00.

PÚBLICO - 2.946 pessoas.

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade