0
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Fla para no Atlético-GO sem titulares e com volta de Ederson

10 mai 2017
21h42
atualizado às 22h01
  • separator
  • comentários

Flamengo e Atlético-GO empataram por 0 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Maracanã, na estreia das duas equipes na Copa do Brasil, nas oitavas de final do torneio.

Foto: André Fabiano/Código 19 / Gazeta Press

O campeão carioca atuou com uma equipe mista e encontrou muita dificuldade para superar o time goiano, que veio armado com um eficiente esquema defensivo.

O time rubro-negro ficou mais tempo com a bola, mas não mostrou inspiração para quebrar a marcação adversária. Agora, os dois times voltam a se enfrentar no dia 24, no Serra Dourada, e o Flamengo vai precisar de um empate com gols, ou vitória, para se classificar às quartas.

Foto: Dhavid Normando / Futura Press

O jogo -  A partida começou em ritmo lento, com as duas equipes alternando a posse de bola, sem criar situações de perigo. Aos 12, o Flamengo chegou na área em investida do lateral Rodinei, mas a defesa do Dragão conseguiu bloquear.

O time dirigido por Zé Ricardo ficava mais tempo com a bola, mas encontrava dificuldades para penetrar na defesa adversária, enquanto a equipe de Goiás se preocupava apenas em tentar barrar as tentativas da equipe carioca.

Aos 16, a torcida vibrou quando Lucas Paqueta acertou uma bela bicicleta, defendida por Kléver, mas o árbitro invalidou a jogada, anotando posição de impedimento do jovem das categorias de base do Fla.

Foto: Marcello Dias / Futura Press

Os visitantes chutaram pela primeira vez aos 20, com Ricardo Silva, mas a bola passou muito longe da trave defendida por Alex Muralha. Dois minutos depois, o Flamengo respondeu. Após cruzamento na área, Leandro Damião escorou de peito, e Matheus Sávio bateu para fora, com perigo para o gol do time visitante.

Logo na sequência, Gabriel quase marcou ao concluir, por cima do travessão, um rebote concedido pela zaga, após chute forte de Matheus Sávio.

O Flamengo seguia dominando e quase marcou o primeiro gol aos 29. O zagueiro Rafael Vaz lançou da intermediária e Leandro Damião cabeceou. O goleiro Kléver saiu mal, mas, para sua sorte, a bola passou perto da trave esquerda. O time rubro-negro dominava e aos 33 minutos Kléver fez boa defesa em chute de Matheus Sávio.

Aos 44 minutos, Renê cruzou e, de costas para o gol, Matheus Sávio, girou e chutou forte para mais uma grande defesa do arqueiro do Atlético-GO, mantendo o 0 a 0 no placar.

Foto: Armando Paiva/Agif / Gazeta Press

O Flamengo voltou para o segundo tempo com o lateral Pará no lugar de Gabriel. O Atlético-GO voltou mais agressivo, mas foi o time carioca que criou a primeira grande jogada de perigo, aos 8. Após lançamento de Rafael Vaz, Matheus Sávio desviou e Rodinei acertou a trave.

A torcida vibrou muito quando o meia Ederson foi chamado para entrar no lugar de Matheus Sávio. O jogador ficou dez meses afastado se recuperando de uma grave lesão, sofrida em julho de 2016, em duelo contra o Corinthians.

O time goiano respirou um pouco e, aos 25 minutos, conseguiu uma sequência de escanteios, mas não conseguiu levar perigo ao gol defendido por Muralha. Aos 30, Zé Ricardo atendeu aos pedidos da torcida e colocou Felipe Vizeu no lugar de Leandro Damião.

A substituição não surtiu efeito e, aos 40, o Atlético-GO teve a sua melhor chance, quando Cuéllar cortou errado e a bola sobrou para Walterson, que isolou quando tinha tudo para tirar o zero do placar, o que não aconteceu até o fim do jogo.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 X 0 ATLÉTICO-GO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 10 de maio de 2017 (Quarta-feira)

Horário: 19h30(de Brasília)

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Público: 33.161

FLAMENGO: Alex Muralha, Rodinei, Juan, Rafael Vaz e Renê ;Ronaldo, Cuéllar, Lucas Paquetá e Matheus Sávio (Ederson); Gabriel (Pará) e Leandro Damião (Felipe Vizeu)

Técnico: Zé Ricardo

ATLÉTICO-GO: Kléver, Eduardo, Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão, Igor, Walterson (Silva)e Jorginho; Everaldo (Betinho) e Júnior Viçosa (Rafael Bonfim)

Técnico: Marcelo Cabo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade