0

Dilma elogia estádios e diz: "Brasil é capaz de cumprir compromissos"

28 mai 2013
12h33
atualizado às 12h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Presidente Dilma compareceu a inauguração dos seis estádios que receberão a Copa das Confederações</p>
Presidente Dilma compareceu a inauguração dos seis estádios que receberão a Copa das Confederações
Foto: Marcelo Pereira / Terra

Após inaugurar os seis estádios, Dilma Rousseff rasgou elogios aos palcos que receberão a Copa das Confederações, a partir de junho. Em sua coluna semanal, a presidente ressaltou que o País mostrou ser capaz de construir as arenas e aceitar os desafios que lhe foram impostos. "Viajei pelo país para inaugurar os seis estádios que vão receber a Copa das Confederações e os jogos da Copa do Mundo do ano que vem. Fiquei impressionada com a beleza e a modernidade desses novos palcos do futebol", disse.

"A construção desses seis estádios mostra que o nosso povo tem determinação, capacidade e competência para fazer a melhor Copa de todos os tempos. Os trabalhadores que construíram esses estádios, os empresários contratados para fazer essas obras e todos os governos envolvidos provaram que o Brasil é capaz de aceitar desafios e cumprir pontualmente os compromissos que assume. Todos os seis estádios, belíssimos, são muito bem equipados e estão entre os melhores e os mais modernos do mundo", afirmou a presidente.

Segundo Dilma, os estádios não servirão apenas para as partidas de futebol e deixarão legados importantes para a população das cidades-sede. "Além das partidas de futebol, estão preparados para receber shows e grandes eventos. Todos foram construídos para funcionarem como arenas multiuso, e terão lojas, restaurantes, espaços culturais, como museus e anfiteatros. Vão ser novos espaços de lazer para a população".

&amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;quot;http://esportes.terra.com.br/infograficos/mulheres-copa-confederacoes/iframe2.htm&amp;amp;quot; href=&amp;amp;quot;http://esportes.terra.com.br/infograficos/mulheres-copa-confederacoes/iframe2.htm&amp;amp;quot;&amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;gt;

Dilma ressaltou ainda a mudança na urbanização nas cidades do Nordeste que receberão o torneio em junho. "O Castelão, em Fortaleza, que foi o primeiro a ficar pronto, é a maior arena do Nordeste, com mais de 63 mil lugares, e funciona como arena multiuso. O estádio já recebeu show de um grande artista internacional, e abriga um moderno museu sobre a história do futebol do Ceará, além de um auditório que oferece sessões gratuitas de filmes nacionais para a comunidade do bairro em que o estádio se localiza".

"A Arena Pernambuco é um estádio novíssimo, que trará benefícios para toda a região em torno do estádio e também para a população da Grande Recife. Pois junto com a Arena está nascendo, em São Lourenço da Mata, uma das cidades mais pobres da Grande Recife, a Cidade da Copa, um novo bairro com conjunto habitacional, centro comercial, hotéis, museu, cinemas, teatro, centro de convenções e parques. Quanto à Arena Fonte Nova, sua reconstrução manteve o estádio no formato de uma ferradura, que se abre para o Dique do Tororó", concluiu a presidente.

 

Veja também:

Editor do L! analisa sorteio de mando na final da Taça Rio
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade