1 evento ao vivo

Copa América

Com gol, chapéus e passe, Neymar supera irritação e decide

Claudio Santana / Getty Images
14 jun 2015
20h57
atualizado às 21h35
  • separator
  • comentários

Durante o primeiro tempo de Brasil x Peru, pela Copa América, Neymar mostrou um perfil que há muito não se via: estava irritado demais e até tomou um cartão amarelo por um motivo besta. Mas ele também mostrou seu lado mais brilhante: fez um gol, deu passe para outro, aplicou lindos dribles e comandou a virada, com vitória por 2 a 1.

Depois que o Peru marcou o primeiro gol rapidamente, Neymar já deixou claro sua liderança técnica. Fez o gol do empate de cabeça, pegou a bola e voltou para o meio-campo, acalmando o Brasil e mostrando que queria resolver logo. E quase conseguiu aos 10min, quando Zambrano evitou um gol de Neymar em cima da linha.

Vale destacar que, com esse gol contra o Peru, Neymar se isolou como 5º maior artilheiro da Seleção na história. Apenas Pelé, Ronaldo, Romário e Zico estão à frente dele. O atacante do Barcelona tem apenas 23 anos ainda.

"Eu quero continuar atingindo marcas. Quero continuar ajudando a equipe, com gols, passes ou que for", afirmou logo depois do jogo o atacante, que fez tudo isso em Temuco. O suado triunfo foi definido já nos acréscimos do segundo tempo, com um passe seu aproveitado por Douglas Costa.

"Imaginávamos isso, o que vimos aqui. Toda estreia é difícil, ainda mais em uma competição como essa, sul-americana, pela rivalidade, por ter times do mesmo continente. Conseguimos a vitória, que é o mais importante", acrescentou o jogador do Barcelona.

Neymar recebeu cartão amarelo após demorar para cobrar uma falta
Neymar recebeu cartão amarelo após demorar para cobrar uma falta
Foto: Nelson Almeida / AFP

Porém, Neymar precisa saber que na Copa América também não adianta ficar irritado. Em muitos momentos do primeiro tempo, ele reclamou com o árbitro Roberto García, pedindo faltas não marcadas. Acabou tomando cartão amarelo por um motivo bizarro: demorou para cobrar uma falta porque estava retirando a espuma que o juiz usou para marcar o local do chute.

Depois do amarelo, Neymar controlou a irritação. Ele já tinha feito lances geniais, como os dois chapéus que aplicou em Advincula ou então o chute na trave, quase no ângulo, mesmo marcado por quatro peruanos. Continuou a saga com um ótimo passe para Douglas Costa desperdiçar aos 28min.

Mas Neymar é brasileiro e não desiste nunca. Aos 44min, ele ficou de frente para o goleiro, mas chutou para fora. O prêmio pela insistência só aconteceu com a ótima assistência para o gol de Douglas Costa, já aos 46min da etapa final.

 

 
Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade