6 eventos ao vivo

Copa da Rússia

Tite queria ter chamado mais de 23 jogadores na convocação

Pedro Martins/MowaPress
15 mai 2018
14h49
  • separator
  • comentários

Em conversa com seus auxiliares e até mesmo em declarações dadas pelo próprio Tite, durante entrevista na segunda (14) na sede da CBF, no Rio, ficou clara a dificuldade do técnico da Seleção brasileira em afunilar sua lista final para a disputa da Copa do Mundo. Ele comentou que “cortou com o coração sangrando” pelo menos três nomes cotados para fazer parte do grupo – o zagueiro Dedé, o lateral Alex Sandro e o meia Arthur.

Certamente, esses três estão na relação de 35 nomes que a CBF enviou à Fifa, como eventuais substitutos de algum dos 23 que possa se contundir até o início do Mundial.

Tite sabia que chegaria o momento de tomar uma decisão, e está ciente de que fez o melhor, mas comentou internamente mais de uma vez que sentia muito por não poder contar com mais jogadores no grupo.

Para ele, há vários deles em excelentes condições físicas e técnicas, como Dedé, Alex Sandro e Arthur, o que tornou um pouco tenso os dias que antecederam à divulgação da relação. Isso até tirou o sono do treinador.

“Esses caras mereciam estar lá com a gente. O problema é que outros também mereciam e, na soma, eu tinha que parar no 23º. Então, tive que fazer as opções, com todos os critérios avaliados e a certeza de que estamos buscando o melhor”, comentou ele, antes da entrevista concedida na segunda.

 

Veja também:

 

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade