0

Thiago Silva cogita ser treinador após aposentadoria

8 jul 2014
10h11
atualizado às 11h33
  • separator
  • 0
  • comentários

Contestado por não controlar as suas emoções como capitão da Seleção Brasileira, o zagueiro Thiago Silva gostou da sensação de liderar uma equipe. Tanto que, aos 29 anos, já cogita virar treinador quando encerrar a carreira como jogador.

<p>Thiago Silva comemora gol marcado contra a Col&ocirc;mbia em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa</p>
Thiago Silva comemora gol marcado contra a Colômbia em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa
Foto: Marcelo Del Pozo / Reuters

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Não posso parar de jogar e ficar longe do futebol. Apesar de ser tímido, o que me dificulta a falar, vou me concentrar bastante para isso. O bom é que tive grandes treinadores na minha vida e aprendi com cada um deles. Um está aqui do meu lado", comentou Thiago Silva, referindo-se a Luiz Felipe Scolari, técnico do Brasil.

Felipão abriu um sorriso ao ouvir a declaração de Thiago Silva. E aproveitou para brincar, chamando o futuro colega de profissão de "retranqueiro". O capitão deu motivo: "Por ser zagueiro, a minha primeira preocupação como treinador será não tomar gols". Nesta terça-feira, contra a Alemanha, Thiago Silva terá uma sensação parecida à de um treinador. Ele poderá liderar a equipe brasileira com o seu discurso, porém está impossibilitado de pisar no gramado do Mineirão na semifinal da Copa do Mundo por ter acumulado dois cartões amarelos.

"Vai ser difícil ficar fora, né? O Luiz Gustavo cumpriu suspensão no jogo passado, e eu disse que a missão dele na Copa não havia acabado. Tenho certeza de que isso vale para mim agora", comentou Thiago Silva, ainda inconformado com o cartão que recebeu na vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia. "Não tive a intenção de tirar a bola do goleiro. Não sou um jogador juvenil."

De qualquer maneira, Thiago Silva se uniu a Felipão e a outros brasileiros que não irão a campo para confiar na classificação para a final do Mundial. Outro desfalque é o centroavante Neymar, que fraturou a terceira vértebra lombar ao sofrer uma joelhada do colombiano Zúñiga.

"O Neymar foi tirado a Copa do Mundo por causa de uma entrada covarde. Sou zagueiro e sei que aquele tipo de marcação não existe. Mas, contra a Alemanha, os nossos corações estarão dentro de campo. Esse será o diferencial do Brasil", confiou o futuro técnico Thiago Silva.

O jogo contra a Alemanha será nesta terça-feira, às 17h (de Brasília), no Estádio do Mineirão, em busca de uma vaga na final da Copa do Mundo, que acontece no domingo, 13, no Estádio do Maracanã.

Veja os gols em 3D da Copa Veja os gols em 3D da Copa

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade