PUBLICIDADE

Rússia não reduzirá número de sedes para Copa de 2018

29 ago 2014 17h27
| atualizado às 17h56
ver comentários
Publicidade
<p>Putin avisa que não reduzirá número de sedes da Copa</p>
Putin avisa que não reduzirá número de sedes da Copa
Foto: Sergei Karpukhin / AFP

A Rússia, país sede da Copa do Mundo de 2018, não levará em conta as recomendações da Fifa para reduzir o número de sedes de onze para nove, declarou nesta sexta-feira o presidente do país, Vladimir Putin.

"Discutimos este tema com o governo e decidimos não reduzir o número de sedes para a Copa do Mundo", afirmou Putin à televisão russa.

Após o Mundial do Brasil, a Fifa recomendou à Rússia "que a Copa do Mundo fosse disputada em dez estádio localizados em nove cidades", segundo declarações do ministro dos Esportes, Vitalky Mutko, em meados de agosto.

O próprio ministro garantiu que a decisão final da Rússia "levaria em conta o nível de progresso dos preparativos de cada cidade".

Putin inaugurou na quarta-feira o novo estádio do Spartak de Moscou, o Otkrytie Arena, com capacidade para 42.000 espectadores, que deve acolher partidas do Mundial e da Copa das Confederações de 2017.

O custo dos preparativos para organizar o Mundial, incluindo a construção de estádios em seis cidades e a renovação do campo de Ecaterimburgo, é estimado em 20 bilhões de dólares, de acordo com o Ministério dos Esportes russo.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade