2 eventos ao vivo

No DF, inauguração de estádio terá Dilma, Elza Soares e operários da obra

16 mai 2013
10h32
atualizado às 10h38
  • separator
  • 0
  • comentários

A cidade de Brasília está pronta para a inauguração do Estádio Nacional Mané Garrincha, sede local da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014. Vistoriada na terça-feira pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, por integrantes do Comitê Organizador Local (COL) e por representantes do governo, a reformada arena será aberta neste sábado para seus primeiros compromissos oficiais.

<p>Primeiro jogo do Estádio Nacional Mané Garrincha será Brasiliense x Brasília</p>
Primeiro jogo do Estádio Nacional Mané Garrincha será Brasiliense x Brasília
Foto: Diogo Alcântara / Terra

Às 10h deste sábado, acontece a solenidade oficial de inauguração será iniciada com a presença da presidente Dilma Rousseff e do governador Agnelo Queiroz. Mais tarde, ás 16h, a cantora Elza Soares – viúva de Mané Garrincha – cantará o Hino Nacional para a partida entre Brasília e Brasiliense, válida pela decisão do Campeonato Brasiliense. O jogo será acompanhado pelos 6 mil operários que trabalharam na obra.

Entre os nomes que vistoriaram o estádio, com capacidade para 71 mil torcedores, esteve Ronaldo. Membro do COL, ele elogiou a reformada arena brasiliense. “Este estádio é comparado com os melhores do mundo: Wembley, Arsenal, San Siro, Camp Nou. Então, é um motivo de muito orgulho para nós, brasileiros, ter um estádio dessa beleza em nosso país”, afirmou.

Dentre os 71 mil lugares do estádio, apenas 22 mil serão ocupados para a final do Campeonato Brasiliense. Na terça-feira, Jérôme Valcke entregou um ingresso simbólico ao carpinteiro Moisés Monteiro, 33 anos, que também trabalhou na reforma. O gesto será repetido nas 12 cidades-sedes, nas quais os operários receberão ingressos para um jogo no estádio local.

Obras aeroportuárias

O governador do DF, Agnelo Queiroz, e o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, visitaram as obras do Aeroporto Internacional de Brasília na última semana. Até a Copa de 2014, o local receberá investimentos de R$ 900 milhões, que chegarão a R$ 2,85 bilhões em 25 anos. Até o Mundial, o plano do DF é ampliar a capacidade do aeroporto, de 16 milhões para 20 milhões por ano.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade