PUBLICIDADE

Trapattoni rechaça possibilidade de demissão da Irlanda após goleada

13 out 2012 13h18
| atualizado às 14h37
Publicidade

O técnico italiano Giovanni Trapattoni descartou qualquer hipótese de entregar o cargo da seleção irlandesa após a derrota por 6 a 1 para a Alemanha, na sexta-feira, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. De acordo com o Corriere dello Sport, o resultado negativo diante da torcida da Irlanda foi incapaz de esmorecer a certeza de um bom trabalho do treinador.

» Qual estádio em construção ou reforma será o mais bonito? Vote
» Tatu, gaucho e cachorrinho; veja evolução dos mascotes das Copas

"Não me demito. Isso não é uma questão de dinheiro, e sim de orgulho profissional. Trabalhei em quatro países diferentes e todos ganharam", disse Trapattoni aos jornalistas locais.

Trapattoni passa por um momento de instabilidade. A goleada que a Alemanha aplicou foi a maior sofrida pela Irlanda como mandante - além dos irlandeses verem a defesa sofrer 16 gols.

Giovanni Trapattoni afirmou que não vai pedir demissão da Irlanda
Giovanni Trapattoni afirmou que não vai pedir demissão da Irlanda
Foto: Getty Images
Fonte: Lancepress!
Publicidade