PUBLICIDADE

Itália sofre, mas derrota Armênia fora de casa por 3 a 1

12 out 2012 15h54
| atualizado às 19h33
Publicidade

A Itália se impôs no estádio Hrazdan, em Yerevan, e derrotou a seleção da Armênia por 3 a 1 em partida válida pelo Grupo B das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Brasil. Mas a vida dos comandados por Cesare Prandelli não foi fácil.

Andrea Pirlo abriu o placar de pênalti e também deu uma assistência em Yerevan
Andrea Pirlo abriu o placar de pênalti e também deu uma assistência em Yerevan
Foto: Getty Images

» Qual estádio em construção ou reforma será o mais bonito? Vote
» Tatu, gaucho e cachorrinho; veja evolução dos mascotes das Copas

Os visitantes saíram na frente aos 11min, através de um pênalti duvidoso marcado por Marijo Strahonja, após marcar toque de mão do defensor Hrayr Mkoyan dentro da área. Andrea Pirlo cobrou com categoria no canto direito de Roman Berezovski.

Mesmo atrás os armênios assustavam a meta de Gianluigi Buffon, e empataram aos 28min, com Henrikh Mkhitaryan. O atacante do Shakhtar Donetsk disparou por entre a zaga italiana, e finalizou com um belo toque no canto esquerdo de Buffon.

No segundo tempo o jogo prosseguiu com chances de ambos os lados, mas Pirlo mais uma vez decidiu aos 19min. Com um belo cruzamento do jogador da Juventus, Daniele De Rossi cabeçeou forte dentro da área adversária, com a bola desviando no travessão antes de entrar.

Aos 32min, Pablo Osvaldo fechou o placar também de cabeça, depois de cobrança de falta de De Rossi.

Com a vitória, a Itália segue na liderança, com sete pontos em três partidas. Em segundo está a Bulgária, com cinco pontos. Com um jogo a menos, a República Checa soma quatro pontos. A Armênia estacionou nos três pontos, enquanto Dinamarca está com dois pontos e Malta ainda não pontuou depois de três partidas.

Checos vencem a primeira; Bulgária e Dinamarca ficam no empate

Em outra partida do grupo, a República Checa conquistou a sua primeira vitória nas Eliminatórias, ao derrotar Malta por 3 a 1 em Plzen. Os gols do time da casa foram feitos por Theodor Gebre Selassie, Tomas Pekhart e Jan Rezek. Roderick Briffa marcou para os visitantes.

Já a Bulgária até que saiu na frente com Dimitar Rangelov, mas Nicklas Bendtner decretou o empate por 1 a 1 contra a Dinamarca em Sofia.

Na próxima terça, dia 16, os checos recebem a Bulgária em Praga, enquanto a Itália joga em Milão contra a Dinamarca. A Armênia só volta a jogar no dia 26 de março de 2013, contra a República Checa em casa, enquanto Malta joga dia 22 de março, contra a Bulgária em Sofia.

Fonte: Terra
Publicidade