1 evento ao vivo

Goleiro vacila, Portugal só empata com Israel e fica longe de vaga direta

11 out 2013
18h44
atualizado às 19h23
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Cristiano Ronaldo lamenta empate sofrido no fim</p>
Cristiano Ronaldo lamenta empate sofrido no fim
Foto: AFP

A seleção portuguesa tropeçou em casa nesta sexta-feira e só empatou com Israel por 1 a 1, ficando muito longe de garantir uma vaga direta na Copa do Mundo de 2014. O time do astro Cristiano Ronaldo ocupa atualmente a segunda colocação do Grupo F das Eliminatórias Europeias, que tem como líder a Rússia.

O gol português foi marcado pelo zagueiro Ricardo Costa, aos 26min do primeiro tempo. Companheiro de defesa do jogador do Valencia, Pepe, brasileiro naturalizado, participou da jogada, dando um leve desvio para a finalização para o gol. Na etapa final, o atacante Hugo Almeida ainda teve gol anulado, que poderia ter tornado a noite mais tranquila aos donos da casa. O árbitro norueguês Tom Hagen marcou impedimento.

Aos 40min, Ben Basat igualou o marcador para os visitantes, após vacilo do goleiro Rui Patrício, que saiu jogando mal, dando passe no pé do camisa 8 isralense. Os visitantes, mesmo com o empate, não têm mais chances matemáticas de irem à Copa.

<p>Portugal comemora primeiro gol do duelo diante de Israel</p>
Portugal comemora primeiro gol do duelo diante de Israel
Foto: AFP

Com os resultados desta sexta, Portugal chegou aos 18 pontos, ficando um atrás da seleção russa, que superou Luxemburgo por 4 a 0, com gols de Aleksandr Samedov, Viktor Fayzulin, Denis Glushakov e Aleksandr Kerzhakov. Em outra partida pela chave disputada nesta terça-feira, o Azerbaijão bateu a Irlanda do Norte por 2 a 0, em confronto de eliminados.

Nesta terça, será disputada a última rodada da chave. Os russos precisam de um empate com a seleção azeri para ir à Copa. Portugal receberá Luxemburgo e, em outro jogo entre seleções desclassificadas, Israel pega Irlanda do Norte. Mesmo em caso de derrota, a Rússia pode garantir lugar no Mundial, desde que os portugueses não tirem a desvantagem no saldo de gols, que atualmente é de sete.

Veja também:

Seleção feminina ganha camisas sem estrelas do masculino
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade