1 evento ao vivo

Brasil só vive de malandragem, critica PC Caju após polêmica

13 jun 2014
14h11
atualizado às 14h43
  • separator
  • comentários

O Brasil venceu a Croácia por 3 a 1 na estreia da Copa do Mundo, nesta quinta-feira, mas o ex-atacante Paulo César Caju não gostou da atuação do time e da encenação do artilheiro Fred, no lance do pênalti marcado pelo árbitro japonês Yuchi Nishimura.

Fred domina bola na área e cai ao receber marcação de Lovren, no lance que originou o pênalti para o Brasil
Fred domina bola na área e cai ao receber marcação de Lovren, no lance que originou o pênalti para o Brasil
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

“Estou de saco cheio desta história de malandragem. O Brasil só vive de malandragem. Tem que ganhar o jogo jogando, sem essa de ser malandro”, frisou Caju, campeão mundial pela Seleção Brasileira em 1970, que viu interferência direta da arbitragem na vitória brasileira por 3 a 1.

“Daria a metade do bicho para o árbitro, que interferiu no resultado do jogo. Estava 1 a 1 e quem foi que deu o pênalti? Foi ele e dentro de uma Copa do Mundo. Uma vergonha. Isso sem falar no terceiro gol, que começou com uma falta do Ramires no Modric”, ressaltou.

Para Nelinho, ex-lateral da seleção na Copa de 78, não há como afirmar que sem os erros o Brasil não venceria na abertura do Mundial.

“Não posso dizer que ganharia da mesma forma. Jogo estava rolando e tudo poderia acontecer. O erro de arbitragem faz parte e não pode ficar valorizando isso dentro do jogo. Ele errou para os dois lados”, destacou Nelinho.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • comentários
publicidade