0
Logo do Brasileiro Série D
Foto: terra

Brasileiro Série D

Tupi vence Santa Cruz no Arruda e conquista título da Série D

20 nov 2011
18h57
atualizado às 22h23

Na partida que foi definida pelo Tupi-MG como o "jogo do século", o modesto clube mineiro venceu um gigante que parecia ter acordado. Em pleno Estádio do Arruda, no Recife, o Tupi fez 2 a 0 no Santa Cruz e garantiu o título da Série D do Campeonato Brasileiro. No primeiro jogo, em Juiz de Fora, a equipe havia triunfado por 1 a 0.

Trata-se do primeiro título de expressão do Tupi Football Club, que até então havia conseguido a taça do Módulo II do Campeonato Mineiro e de outros torneios menores. Os autores dos gols que definiram o título foram Allan, aos 35min do segundo tempo, aproveitando cruzamento na segunda trave para escorar de cabeça, e Henrique, em contra-ataque.

O Santa Cruz, time que tem uma das maiores e mais atuantes torcidas do Brasil, perde o título, mas pelo menos se consola com o acesso previamente garantido à Série C do Campeonato Brasileiro, considerado o princípio de reação do time no cenário nacional. Junto aos finalistas, sobem para a terceira divisão o Cuiabá e o Oeste.

O jogo

O Santa Cruz começou melhor e levou perigo ao gol do Tupi, empurrado pela numerosa torcida, que lotou o Estádio do Arruda. Aos 5min, Dutra cruzou na área, Fernando Gaúcho ajeitou e Thiago Cunha finalizou, mandando a bola rente ao travessão. O jogador voltou a assustar apenas 4min depois, acertando a rede pelo lado de fora, em chute cruzado.

A primeira chance do Tupi veio aos 11min, em batida de fora da área de Marquinhos. Fernando Gaúcho ainda desperdiçou excelente chance aos 31min, quando recebeu passe de Bismarck, mas pegou mal na hora da finalização. De volta para o segundo tempo, os times fizeram confronto mais equilibrado, com menos chances claras de gol.

Weslley quase abriu o placar para o Santa Cruz aos 19min, com chute forte defendido por Rodrigo, que espalmou para escanteio. Aos 28min foi a vez de o Tupi assustar, quando Augusto passou a bola entre as pernas do zagueiro rival e bateu com estilo, mas desta vez Tiago Cardoso esticou o braço e evitou o gol. Pouco depois, saiu o gol dos visitantes.

Aos 34min, Allan recebeu cruzamento na área e apareceu livre, na segunda trave, para tocar de cabeça e estufar as redes. O resultado fez com que o Santa Cruz precisasse marcar três gols em pouco mais de 10 minutos para conseguir o título. As esperanças acabaram de vez aos 36min, quando Henrique foi lançado, ganhou da zaga e tocou na saída do goleiro.

Santa Cruz 0 x 2 Tupi

Gols

Santa Cruz:
Allan, aos 34min do segundo tempo, e Henrique, aos 36min

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Eduardo Arroz, Leandro Souza, André Oliveira e Dura (Kiros); Memo, Weslley, Renatinho e Bismarck (Washington); Thiago Cunha e Ludemar (Fernando Gaúcho). Técnico: Zé Teodoro

Tupi: Rodrigo; Marquinhos (Adalberto), Wesley Ladeira, Silvio e Augusto; Assis, Marcel, Luciano Ratinho (Vitinho) e Michel (Henrique); Ademilson e Allan. Técnico: Ricardo Drubscky

Árbitro
Cleber Wellington Abade (SP)

Local
Estádio do Arruda, no Recife (PE)




Tupi conquistou primeiro título nacional de sua história
Tupi conquistou primeiro título nacional de sua história
Foto: Aldo Carneiro Costa / Gazeta Press
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade