PUBLICIDADE

Próximo adversário do Vasco, Brasil de Pelotas tem surto de covid-19

2 set 2021 19h26
| atualizado às 19h26
ver comentários
Publicidade

O Vasco vai em busca da segunda vitória seguida na Série B nesta sexta-feira, em São Januário, contra o Brasil de Pelotas. A oportunidade da equipe conseguir mais três pontos em casa não pode ser desperdiçada para que o objetivo do acesso à elite do futebol brasileiro continue vivo.

O Brasil, além de estar na vice-lanterna da competição, está sofrendo um surto de covid-19 no elenco. Seis atletas já testaram positivo e estão fora do confronto. Assim, não viajaram para o Rio de Janeiro o goleiro Vitor Luiz, o zagueiro Leandro Camilo, os volantes Wesley e Douglas Araújo, o lateral Oliveira e o atacante Gabriel Poveda. Expulso na última rodada, o meia Rildo também será desfalque.

Amigo de Lisca, o técnico Cléber Gaúcho sabe que a equipe terá dificuldades em São Januário. No primeiro turno, em Pelotas, o Vasco venceu de virada por 2 a 1. Entretanto, o treinador não vê com bons olhos uma postura estritamente defensiva e prometa dar trabalho ao Cruzmaltino

"A gente procura incutir nos atletas essa ideia de sempre buscar o resultado de vitória. Logicamente que temos que saber as nossa limitações, e, diante disso, muitas vezes executar uma estratégia diferente. Não é meu perfil fazer uma equipe só pra se resguardar e ficar se defendendo, pois eu acho muito perigoso esse tipo de situação", disse o treinador em entrevista ao Canal do Brasil.

"Então gosto de tentar fazer um jogo equilibrado e tendo os cuidados defensivos. Mas dentro das possibilidades, atacar também os adversários, conseguir trazer problemas pra eles também. Saber se defender bem e com a bola procurar jogar, mas se em algum momento a gente optar por ser um pouquinho mais reativo, isto pode acontecer", completou.

O Brasil de Pelotas tem apenas duas vitórias em 21 jogos na Série B e aparece na 19ª posição com 14 pontos. Entretanto, a equipe está longe de abandonar a luta contra o rebaixamento, uma vez que a distância para o primeiro fora do Z-4 é de oito pontos e restam ainda 17 rodadas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade