PUBLICIDADE

Botafogo vence o Brasil de Pelotas e se recupera na Série B

15 ago 2021 20h23
| atualizado às 20h23
ver comentários
Publicidade

O Botafogo voltou a se aproximar do G-4 da Série B. O clube carioca se recuperou da derrota na última rodada, para o Operário-PR, e retornou aos trilhos e à batida na briga pelo pelotão de frente. Neste domingo, o Botafogo venceu o Brasil de Pelotas por 1 a 0, no Estádio Nilton Santos, pela 18ª rodada.

A vitória carioca poderia ter sido mais tranquila. E o clube novamente ficou na bronca com a arbitragem. A reclamação da vez é por dois pênaltis ignorados por Thiago Luis Scarascati (SP) e um cartão vermelho não dado. O Fogão já havia se queixado de um pênalti não dado contra o Operário, além de outros equívocos ao longo do torneio.

Com a vitória, o Botafogo pula para 28 pontos e está na oitava colocação - pode perder uma posição no complemento da rodada. O clube carioca, agora, está a dois pontos do G-4. Já o Brasil de Pelotas continua na lanterna, com 12 pontos.

O Botafogo fecha o primeiro turno da Série B contra o Guarani, nesta quarta-feira, às 19h (de Brasília), no Brinco de Ouro. Já o próximo compromisso do Brasil de Pelotas é contra o CSA, nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Bento Freitas.

O técnico Enderson Moreira teve o retorno de Chay, poupado na última rodada. Em compensação, não pôde contar com Guilherme Santos, lesionado, e Barreto, suspenso. Ele apostou em Hugo na lateral esquerda. Já Joel Carli foi titular na zaga no lugar de Gilvan.

O Botafogo tomou a iniciativa do jogo, mas encontrava dificuldade para criar. Rafael Navarro viu o chute desviar na zaga do Brasil de Pelotas. A insistência carioca funcionou. Pedro Castro deu bolão para Navarro. Ele deixou Joel Carli, que ficou no ataque após cobrança de escanteio, na boa para marcar: 1 a 0, aos 37 minutos.

Diego Gonçalves ainda arriscou de fora da área e obrigou o goleiro Matheus Nogueira a espalmar. O Fogão foi para o intervalo em vantagem.

No início do segundo tempo, o Botafogo ficou na bronca com a arbitragem de Thiago Luis Scarascati (SP). Oliveira puxou Pedro Castro dentro da área. O juiz não deu pênalti. Depois, o zagueiro Arthur segurou Diego Gonçalves na entrada da área. Ele levou apenas o amarelo, mesmo sendo o último defensor.

A reclamação não acabou por aí. Carli ganhou pelo alto e cabeceou. A bola bateu no braço de Leandro Camilo. A arbitragem, novamente, não deu pênalti.

O Botafogo não se abalou com os erros da arbitragem. Superior ao Brasil de Pelotas, o clube carioca segurou a vitória, sem riscos, e se recuperou na Série B.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 0 BRASIL DE PELOTAS

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 15/08/2021, domingo

Horário: 18h15 (de Brasília)

Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)

Assistentes: Fabio Rogerio Baesteiro (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP)

Cartão amarelo: Arthur, Wesley e Oliveira (Brasil de Pelotas)

GOLS:

BOTAFOGO: Joel Carli, aos 37′ do 1ºT

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Joel Carli (Gilvan) e Hugo; Luís Oyama, Pedro Castro e Marco Antônio (Warley); Chay (Matheus Frizzo), Diego Gonçalves (Enio) e Rafael Navarro (Rafael Moura).

Técnico: Enderson Moreira.

BRASIL DE PELOTAS: Matheus Nogueira; Oliveira, Leandro Camilo, Arthur e Paulinho; Denilson (Diego Gomes), Kevin (Ramon) e Wesley (Rômulo); Renatinho (Gabriel Terra), Júnior Viçosa e Netto (Vidal).

Técnico: Cléber Gaúcho.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade